Quibebe Goiano

Image and video hosting by TinyPic

Com o frio que está fazendo aqui em São Paulo, resolvi que faria mas essa receita do meu estado. Que é uma perdição! Eu fiz usando uma costelinha defumada que tinha na geladeira, mas o prato tradicional é feito com cubos de coxão-mole (carne bovina). Clarice essa costelinha é da melhor qualidade (risos), foi inevitavel não lembrar de você falando sobre as costelinhas encontradas ai no Japão.

  • 1 quilo de mandioca (limpa)
  • 1/2 quilo de costelinha defumada (ou coxão mole em cubos)
  • 1 colher (sobremesa) de açafrão
  • 1 pimenta dedo de moça
  • 1 cebola
  • 1 colher (sopa) de óleo
  • Sal
  • Água para o cozimento

Aqueça o óleo na panela de pressão e refogue as costelinhas com a cebola picadinha, junte água quente tampe a panela e deixe cozinhar até ficar macia. Junte a mandioca cortada em pedaços médios a pimenta e um pouco mais de água se necessário, tampe a panela e deixe cozinhar bem a mandioca até começar a desmanchar. Tire a pressão e mexa bem para o caldo ficar bem grossinho faça a correção de sal. Sirva quentinho acompanhado de arroz branco. Eu tinha uma couve na geladeira então dei um susto nela no azeite bem quente com alho picadinho e toquinho de sal e servi junto.
*Como usei costelinha defumada não precisei de sal. Se for usar a carne fresca tempere-a com sal e pimenta antes de refogar.

Anúncios

23 comentários sobre “Quibebe Goiano

  1. Daniele disse:

    Aaaaaaaaaaai que fome! Este blog tem ‘cheiro’ de comida!!!! heheheLica, meu e-mail é dguadanhin@hotmail.com e os problemas com as massas persistem. Ontem mesmo me animei com o pão de linguiça em outra versão para o recheio mas a massa ficou aquilo de sempre, rs…Bjo!

  2. Licaminha mãe é maranhense será q daí é q o quibebe dela seja diferente do teu?o dela é só um refogadinho de mandioca igualzinho o seu mas só mandioca…Aammoo carne de porco!! Esse com costelinha deve ser tudibom!bjs nossos

  3. Hum, tem tudo que gosto aí… eu quero!!! Vou mostrar ao marido mais tarde, só para ouvir ele me pedindo para fazer, haha. Lica, sabe que tenho congelado couve crua picadinha, ontem fiz novamente caldo verde, e dá certinho, é uma mão na roda, porque ficar picando toda hora…. leva tempo né, as vezes compro picada e congelo também. Bjs!

  4. Hum, que delícia Eliana, agora no friozinho a gente até se anima ir até o fogão. Aqui no interior de S. Paulo, quibebe é um refogado feito com abóbora madura (aquelas de fazer doce), só que é salgado e pode ser feito com cubos de carne de vaca, costela, ou carne seca, que é o mais tradicional. O seu prato aqui é a famosa e popular, carne com mandioca ou costela e mandioca que é uma delícia. Lica, antes eu de começar a fazer blog, tava mantendo a forma, mas agora vou ter que ser muito disciplinada.Beijos, lindinha!Cláudia B. =^.^=

  5. Querida Eliana, mas eu nem duvido que essa costelinha seja deliciosa! Só você para nos apresentar pratos tão gostosos e bonitos! Que vontade de experimentar uma pratada e repetir! rsssObrigada pela lembrança e pelo carinho, amiga! Beijos

  6. she disse:

    Oba, vc e de Goiaaaaaaaaaaaas. De que cidade? Eu moro aqui em Goiania.Hum, amei a receita, mas vc fez com costelinha de porco? E da certo com mandioca menina?O que vc fez pra ficar dessa corzinha linda?

  7. Larissa esse molhinho no arroz é tudo!Beatriz eu também adoro!Daniele obrigada pelo carinho, olha hoje (sábado) depois do almoço estarei enviando a resposta pra vc!Elvira eu também adoro isso. Gosto das receitas que tem histórias. 🙂Blog do Matheus então menina eu conheço várias versões de quibebe, tem alguns feito com abóbora. Mas em Goiás é assim que faz, eu como isso desde criança e com costelinha defumada é um luxo!Cris eu também congelo é um adianto né?! Olha faça pra ele é mesmo muito gostoso. 🙂Flor de Sal eu adoraria mandar. 🙂Cláudia B. então eu conheço essa versão do quibebe eu acho que cada estado tem sua maneira de fazer né?! Mas esse que comemos no meu estado também é bem saboroso. Amiga abafa o caso “manter a forma” é dificil né?! heheheFrancisca muito obrigada pela visita e pelo carinho!!má, muito obrigada pelo carinho! Olha a porção de arroz, basta você pegar um copinho pequeno e coloque o arroz dentro de uma apertadinha e vire sobre o prato, fica essa graça ai! 🙂Cláudia a. obrigada querida! Se fizer me dê um retorno por favor?!Bárbara e com esse friozinho vai muito bem!! 🙂Pinkie obrigada!Carla Ventura nossa que bom que fez e gostou! Muito obrigada por me dar um retorno. Natércia obrigada sempre pelo carinho!!Akemi acho que você iria gostar desse prato, simples mas bastante saboroso!Beth muito obrigada querida! Vou ficar aguardando outras visitas sua. 🙂She eu sou de Goiânia capital, mas estou morando em São Paulo mas não esqueço os sabores da minha terra que não são poucos né?! Pode fazer com a costelinha que fica uma delícia. Me manda um email. Muito obrigada pela visita!Bia obrigada querida!Jê vou ficar aguardando a receita em?! 🙂

  8. Josi Kühn disse:

    Mas é uma comida melhor do que a outra. Que delicia!Será que dá para fazer sem o acafrao? Beijo grande – Josi(sua fa!)

  9. Josi querida muito obrigada! Olha você pode fazer sem o açafrão, mas doure bem bem a a cebola a costelinha pra dar esse tom dourado no final. 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s