Lula empanada e breja gelada

lula

Lulas empanadas e sequinhas e uma breja gelada dá de verdade um ótimo casamento – tenho sempre comigo um episódio do programa da Nigela em que ela empana lula e outras delicinhas para acompanhar uma bebida em uma tarde de verão, não sei bem porque mas ficou marcado pra mim. Sei bem que estamos só iniciando a semana e esse seria um bom post para terminar a semana pois combina com um dia de preguiça, um dia para curtir um almoço tardio com a família ou mesmo estar entre amigos – mas ao olhar essa foto fiquei com muita vontade de dividir essa dica com vocês.

Na cestinha – 500g de anéis de lula que temperei com sal, pimenta moída na hora e um toquinho de limão e reservei. Coloquei leite em uma tigelinha, Farinha de trigo em outra e por fim coloquei em uma terceira vasilha um pouco de panko. Passei um a um os anéis de lula, primeiro na farinha de trigo, depois no leite e por último no panko e depois de tudo prontinho fritei em óleo quente. Deixe escorrer e sirva com limão ou molhinho de sua preferência.

Obs – A farinha de trigo eu temperei com um toquinho de sal e pimenta moídos na hora. Super importante seguir essa ordem para empanar.

Anúncios

Iscas de peixe com maionese temperada

peixe

Essa receita saiu aqui na minha cozinha para participar dos 15 anos do Panelinha – Nem preciso dizer que *adorrrrô a Rita né?! E sendo assim o Feijão não poderia ficar de fora dessa linda festa, ainda falta duas receitas que posto no decorrer dos dias – minhas considerações sobre o peixe da diva; feito no forno já é o céu e com sabor incrível não carece muito esforço para eleger a receita como queridinha – fica sequinho e muito, muito saboroso, acompanha super bem a caipirinha ou cerva gelada do final de semana – e se quiser comer de maneira mais saudável também é uma ótima pedida para acompanhar o uma massa que ao sair quente da panela só necessita um pouco de manteiga e um tantinho de parmesão e nesse caso você elimina a maionese e pronto o almoço já pode ir pra mesa.

Para as iscas

Ingredientes

600 g de peixe branco (como congrio)
caldo de 1 limão cravo
2 ovos
1 xícara (chá) de farinha de trigo
2 xícaras (chá) de farinha de mandioca flocada, tipo biju
4 colheres (sopa) de azeite
sal e pimenta-do-reino moída na hora

Modo de Preparo

1. Preaqueça o forno a 200 ºC (temperatura média). Forre duas assadeiras retangulares com papel-alumínio e, com um pincel, unte cada uma delas com 2 colheres (sopa) de azeite. Reserve.

2. Corte os filés em tiras de 2 x 8 cm e transfira para um recipiente. Tempere com o caldo de limão, sal e pimenta-do-reino moída na hora.

3. Coloque os ovos em uma tigela, tempere com uma pitada de sal e misture bem com um garfo.

4. Coloque a farinha de trigo e a farinha de mandioca, respectivamente, em pratos fundos e tempere com sal. Se os flocos de farinha de mandioca estiverem muito grandes pressione com as costas de uma colher para quebrar.

5. Para empanar, passe a isca farinha de trigo, de todos os lados, mergulhe nos ovos e, por último, pressione na farinha de mandioca. Transfira para uma das assadeiras e repita com todas as iscas.

6. Arrume as iscas deixando que haja espaço entre elas. Esse é o segredo para que fiquem bem crocantes.

7. Leve ao forno preaquecido para assar por 20 minutos. Na metade do tempo, retire as assadeiras do forno, vire as iscas com uma espátula e volte para o forno.

8. Quando estiverem douradas, retire do forno e sirva com os molhos de maionese.

Para a maionese temperada

Ingredientes

2 gemas de ovo
1 colher (sopa) de vinagre ou caldo de limão
1 colher (sopa) de mostarda de Dijon
200 ml de óleo

Modo de Preparo

No copo do mixer junte as gemas, a mostarda, o vinagre e o óleo. Pressione o mixer contra o fundo do copo e bata por 10 segundos, sem mexer. Quando a maionese começar a se formar, levante o mixer para uma das laterais, sem parar de bater, e repita para o outro lado. Em 15 segundos, a maionese fica pronta!

Ingredientes

 Para o Molho Tártaro

1 colher (sopa) de pepino em conserva picado fino
1 colher (sopa) de alcaparras
1/2 talo de cebolinha

Modo de Preparo

Em água corrente, lave as alcaparras e o pepino para tirar o excesso de sal. Pique fino todos os ingredientes e junte à maionese preparada. Se preferir, bata no mixer.

Fonte – Site Panelinha

Pirão e Peixe

pirão

Peixe é um alimento fantástico – não requer horas do seu tempo e te rende um almoço ou jantar memorável. A versão apresentada por mim aqui hoje é super simples mas carregadíssima no quesito sabor. Você pode encontrar essa mesma versão servida em telhas no estado de Goiás e se for bater perna por lá não deixe de experimentar.

Para executar o prato – Peguei um quilo de postas de cação e temperei com sal maldon, pimenta moída na hora e um toquinho de suco de limão, em uma panela grande de ferro ou barro, faça camadas de tomates cortados em rodelas, pimentões coloridos cortados da mesma maneira e anéis de cebola, vai temperando as camadas com toquinho de sal e pimenta moídos na hora e cubra com o peixe, e vai fazendo as camadas até que termine todo seu peixe, regue com pouco de azeite de dendê tampe a panela e deixe no fogo baixo – até que o peixe esteja cozido, neste momento retire as postas de peixe com cuidado e reserve. Some a panela um bom punhado de coentro picado e uma garrafinha de leite de coco e com muito amor e paciência vá fazendo uma chuvinha de farinha de mandioca e mexendo com auxilio de fouet até que pirão ganhe consistência mas não coloque farinha demais para que não fique muito grosso. Então coloque uma boa colherada no fundo do prato e repouse a posta de peixe por cima, sirva com um arroz branquinho e aguarde o povo pirando o cabeção pessoal.

Escabeche e os milagres das sardinhas

Desde que a globo noticiou os milagres causado pelas sardinhas – que ela virou o alimento top, aquele do topo da lista, o queridinho do povo e pra quem gosta é de verdade um prato cheio. Esse prato não requer prática nem tão pouco habilidade mas tenho que dizer que requer um tantinho de paciência. E agora que já é chegado o final de semana ela vira um ótimo tira gosto ou um belo sanduiche no lanche da noite.

  • 1 kg de sardinhas limpas e abertas com as espinhas (cálcio)
  • 1 copo de vinagre de sua preferência
  • 1 copo de óleo de girassol ou azeite
  • 2 cebolas em rodelas
  • 2 tomate em rodelas
  • Sal a gosto
  • Pimenta-do-reino, pitada
  • Cebolinha picadinha
  • 3 dentes de alho (grande) em rodelas
  • 3 folhas de louro
  1. Deixe a sardinhas temperada com sal e alho amassado, marinar por 15 minutos, enquanto prepara os ingredientes
  2. Arrume na panela de pressão como se estivesse fazendo uma lasanha
  3. Camada de cebola, depois sardinha, depois tomates (pitadinha de sal por cima dos tomates), depois cebola, depois sardinha, depois tomate etc
  4. Por último coloque o copo de vinagre e o copo de óleo
  5. Cozinhe na pressão por 20 minutos, em fogo baixo
  6. Não abrir a panela antes de estar fria, pois pode desmanchar as sardinha

Eu gosto de servir com pão, torrada e até com gohan é mesmo de comer rezando. 🙂