Quibe frito

Image and video hosting by TinyPic

Antes de qualquer coisa quero muito agradecer todo o carinho de vocês comigo no dia do meu aniversário, todos os emails já respondi quase todos até amanhã eu chego lá (risos). Muito, muito obrigada!

Agora vamos tirar o pó da cozinha e começar a movimentar novamente esse pedaço, que coisa feia deixar as panelas dessa maneira, mas as vezes é necessário.

Muita gente vai torcer o nariz pra o pobre quibe frito, pois sei que a grande maioria diz não gostar de fritura e tal. Bom minhas frituras sempre ficam muito sequinhas e creio que o segredo é a temperatura do óleo, eu uso uma fritadeira elétrica e você pode utilizar também um termômetro. Eu amo quibe, gosto mais da versão assada e crua também, mas as vezes assim num dia de jogo do Palmeiras né Pedroca, (Beatriz querida você faça uns comessss aí pros meninos verem o verdão em?!) ! A gente lança mão e faz uma friturinha pra acompanhar o suco ou refri gelado. Você pode rechear o quibe com mussarela ralada ou cortada em tiras ou até mesmo com um refogadinho de carne moída incrementado com um pouco de nozes picadas grosseiramente.

  • 1 xícara (chá) de trigo para quibe
  • 250 g de carne moída (de qualidade)
  • 1/2 cebola grande picada
  • 1/2 colher (sopa) de sal
  • Pimenta, sal e tempero sírio a gosto
  • Meio maço de hortelã

Coloque o trigo em um recipiente, cubra com água e deixe descansar por 1 hora. Escorra o trigo em uma peneira para retirar toda água. Misture com a carne, cebola, sal, pimenta, tempero sírio e hortelã e passe pelo processador. Com as mãos molde os quibes, coloque o recheio e leve a geladeira é melhor que sejam fritos bem geladinhos. Frite os quibes em uma panela com óleo suficiente para que fiquem imersos e esse óleo tem que estar quente eu frito em uma temperatura de 190 graus. Depois deixe secar sobre um papel toalha e sirva com limão, coalhada seca, azeite.
*Se não tiver o tempero sírio use pimenta do reino e um pouquinho de canela.

Anúncios

Adradecendo!

Image and video hosting by TinyPic

Tenho falado muito pouco aqui da minha vida pessoal, ou do Rapha, colocado fotos e tal quem sabe um dia isso mude um pouco né?! Pois hoje aprendi que da mesma forma que existe muita gente boa, linda e cheia de coisas legais pra passar pra gente, tem também muita gente desprovida de qualquer bom sentimento. Enfim coisas da vida, mas mesmo assim hoje eu não poderia deixar de falar e agradecer a Valentina por todo carinho que ela me dá, todos os dias, sempre com sua delicadeza, seu jeito doce. Tina você é a menina dos meus olhos, a você deixo aqui toda minha admiração e carinho sempre minha amiga! Amanhã é meu aniversário mais o presente já chegou hoje e chega todos os dias que toca o telefone e é você minha amiga. Muito, muito obrigada sempre!

Nem preciso dizer que fiquei apaixonada por essa bolsa e o cartão amiga que luxo, obrigada!

Pão de batata da Akemi

Image and video hosting by TinyPic

Quanto tempo em?! Vamos devagar que logo tudo volta ao normal nessa cozinha. Obrigada a todas as pessoas queridas que me mandaram email.

Esse pão é super facil de fazer, e fica fofinho e delícioso se sobrar para dia seguinte basta aquece-lo no forno bem baixinho e ele volta a textura de como feito na hora. O meu eu utilizei um recheio de frango com queijo cremoso, nada complicado apenas um molhinho de frango desfiado e um toquinho de queijo cremoso.

Akemi eu faço praticamente todas as suas receitas , só não posto tudo aqui pra não virar uma cópia do Pecado da Gula, eu adoro tudo que sai de sua cozinha minha amiga. Estou com muitas saudades viu?! Mas também muito feliz com que vai passar daqui uns dias (risos)! A receita original com fotos da Akemi aqui!

3 batatas grandes
500g. farinha de trigo
1 copo de leite morno
1 colher (sopa) fermento seco para pão
1 colher (sopa) margarina
2 ovos
1 pitada de sal
3 colheres (sopa) açúcar

Cozinhar as batatas, amassar e deixar amornar. Junte o restante dos ingredientes, fica uma massa pegajosa ainda. Faça os pãezinhos (se quiser rechear já faça nesse momento) e deixe descansar por 1 hora, coberto com pano de prato. Pincele gema e leve para assar em forno pré-aquecido a 180oC até dourar. Coma quentinho, mas cuidado que é impossível comer um só!!!!

Arroz integral a moda da Neide Rigo

Image and video hosting by TinyPic

Bom quero deixar claro que apesar de não ter escrito muito ou quase nada na lista estou de olho vivo em todas as dicas, é que ando meio sem tempo mas estou adorando participar. E foi numa dessas que aprendi essa maneira simples e com resultado maravilhoso de se fazer o arroz integral. A Neide Rigo pra quem não conhece o blog dela o que sinceramente acho bem dificil, vai encontrar lá uma verdadeira escola, que ensina tudo sobre os alimentos e a maneira saudavel e saborosa de servi-los eu adoro o cantinho dela, você pode entrar lá por aqui!

Refogue normalmente na panela de pressão, como arroz branco, junte 3 xícaras de água quente para cada xícara de arroz, feche e abaixe o fogo quando começa a chiar. Marque meia hora desligar. Espero acabar a pressão e está pronto.

Servi com esse molhinho de frango e cenoura e uma saladinha de tomate temperada com um delícioso azeite, salsinha e cebola roxa.

Risoles

Image and video hosting by TinyPic

Eu já tenho uma receita de risoles que sempre, sempre faço, mas ao encontrar essa receita no Pitadinhas não resisti em provar, e posso garantir que fez muito sucesso por aqui. Apenas o recheio eu modifiquei, pois fiz um refogadinho de carne moída (esse que estamos acostumados a fazer em casa no dia a dia) e acrescentei pedaçinhos de mussarela. Laurinha muito, muito obrigada pela receita é uma delícia como tudo que saí de sua linda cozinha!

Massa – para 22-25 risoles
1 1/2 xícara (chá) farinha de trigo
1 xícara (chá) de água
½ xícara (chá) de leite
½ colher (sopa) de margarina
sal a gosto

Leve ao fogo a água, o leite, a margarina e o sal. Quando levantar fervura, junte a farinha de trigo de uma só vez e bata energicamente até encorpar, sem deixar que engrosse.
Deixe esfriar um pouco, e vá manuseando a massa, para que não forme casca.
Abra com o rolo, recheie e passe em farinha de rosca, ovos batidos, novamente em farinha de rosca e frite em óleo quente.

* A receita na integra você pode conferir aqui!

Arroz de couve manteiga

Image and video hosting by TinyPic

Essa não é uma receita e sim uma dica para variar o arrozinho do dia a dia. Não tem segredo (tanto não tem que esse eu fiz na minha panelinha oriental para arroz), só um toque de azeite, alho picadinho, sal, um toquinho de molho de pimenta, e a couve picadinha (detalhe a couve deve ser cortada em tirinhas e depois corte as tirinhas ao contrario para que fique em pedaçinhos, pois do contrário terá problema para servir o arroz), junte o arroz e a água feche a panelinha e é só esperar. Se for fazer do jeito tradicional, basta refogar o alho e juntar o arroz depois de refogadinho, acrescente a couve , o sal a pimenta e a água quente.
Acompanha muito bem um picadinho ou filé de frango e uma salada.

*Perdoe pela foto tão fora de foco e tal, é a presa para degustar (risos).