Kafta em bolinhas e quer saber o porque?

bolinhas

Kafta em bolinhas e o motivo é simples minha *genthem eu tenho criança e espetos me dão aflição e para ter uma refeição tranquila e cheia de amor acho melhor evitar, e se você tem querubins aconselho a fazer o mesmo, pois do contrário em segundos o que era para segurar a sua carninha lindamente temperada vai virar objeto de brinquedo ou de luta no meio da refeição. Para acompanhar a kafta eu faço uma saladinha de pepino ralado, salsinha, limão, azeite, pimenta moída na hora, sal e hortelã, para coroar e virar um delicioso molho eu coloco o iogurte grego sem adição de açúcar e pode ser o iogurte natural que também uso quando faço em casa.

Misture em 1kg de carne moída (utilizei acém), 3 dentes de alho picadinhos , 1 cebola grande bem picadinha ( ou passada no processador), 1 colher (sopa) zattar, 1 colher (sopa) de sal, pimenta moída na hora, 1/2 colher (chá) de canela em pó, 1 colher (sopa) de azeite, 1 colher (sopa) de manteiga, hortelã picadinha a gosto, cheiro verde picado a gosto, misture tudo até que a carne fique com uma liga aí basta moldar em formato de almôndegas e grelhar ou fazer no forno e pode servir com esse molhinho delícia e arroz branquinho ou no seu churrasco de domingo com um delicioso molho de chimichurri ou até mesmo com esse molhinho de pepino ralado no meio de pão sírio como recheio de um bom sanduíche.

Anúncios

Torta Fudge de Chocolate quentinha!

torta

Torta de chocolate foi a sobremesa de um domingo passado e com a ilustre presença do meu irmão, quando ele esta por aqui tudo vira festa e isso já não é mais novidade para quem me acompanha – quando vi a a volta do chantibon as geladeiras e agora em formato de sorvete logo pensei nessa torta bem quentinha e encorpada no chocolate para acompanhar a novidade e foi um casamento bom sem brigas e diria que eterno por aqui.

Ingredientes para a massa:
1 e 1/3 xícaras de farinha de trigo;
1 colher de chá de açúcar;
1/2 colher de chá de sal;
1/2 xícara [100g] de manteiga sem sal gelada, em cubinhos;
3 a 5 colheres de sopa de água gelada.
Ingredientes para o recheio:
1 xícara de creme de leite de caixinha tipo ‘leve’ [com 17%  de gordura, igual ao que os americanos chama de half-and-half];
1/4 de xícara [50g] de manteiga sem sal;
240g de chocolate meio amargo [usei uma mistura de 70% cacau e 56% cacau] picado;
1 e 1/2 xícaras de açúcar [parece muito, mas equilibra bem com o cacau e o chocolate meio amargo usados];
3/4 de xícara de cacau em pó;
1/4 de xícara de farinha de trigo;
1/4 da colher de chá de sal;
2 ovos inteiros;
3 gemas;
1 colher de sopa de extrato de baunilha [a receita não pede, mas eu gosto].
Prepare a massa:
Em uma tigela grande misture farinha, açúcar e sal. Adicione os cubinhos de manteiga gelada, amassando com as pontas dos dedos até conseguir uma farofa úmida. Junte a água, às colheradas, amassando apenas o suficiente para conseguir uma bola de massa. Achate a bola para formar um disco, envolva-o em filme plástico e reserve na geladeira por 20 minutos.
Depois disso abra a massa com o rolo até conseguir um disco de 28cm de diâmetro, mais ou menos. Cubra o fundo e laterais da fôrma de torta com a massa, cortando o excesso nas bordas. Fure a massa com o garfo em alguns pontos do fundo.
Reserve no freezer enquanto prepara o recheio.
Prepare o recheio:
Preaqueça o forno a 170 graus.
Em uma panelinha junte o creme de leite leve, a manteiga e o chocolate. Leve ao fogo baixo, mexendo sem parar, até que os ingredientes derretam e a mistura se torne homogênea [nem pensar deixar ferver, ok? Retire a panela do fogo de tempos em tempo, se for preciso]. Reserve.
Em uma tigela misture o açúcar, o cacau, a farinha e o sal. Adicione os ovos e gemas, levemente batidos, a baunilha e a mistura de chocolate. Misture bem até formar um creme liso.
Recheie a massa preparada com esse creme e leve ao forno por 45 minutos.
Retire a tora do forno, deixe desncansar 10 minutinhos e sirva. Vai muito bem acompanhada de creme de leite fresco batido ou sorvete de baunilha.
Fonte – Blog Cozinha Coletiva

Hambúrguer de Grão de Bico

grãodebico copia

Para pisar no freio, para um momento sem carne, para agradar uma visita querida, para aprender mais do mundo dos vegetarianos e motivo é o que não falta para comer bem nesse cafofo. E foi assim que finalizamos o domingo e ainda sobrou para comer de misturinha e embalar o feijão com arroz do almoço de hoje.

– 1 xícara de grão-de-bico cozido e escorrido
– 2 colheres (sopa) de azeite (aproximadamente)
– 1 cenoura crua ralada no ralo fino
– 1/2 cebola picada
– 2 colheres (sopa) de salsinha picada
– 2 colheres (sopa) de aveia em flocos finos (ou farinha de amaranto, grão de bico)
– 1 colheres (sopa) de farinha de rosca sem glúten (até dar liga – ou mais um pouco da farinha acima)
– Sal e pimenta-do-reino a gosto

Preparo

Aqueça o azeite e refogue a cenoura, a cebola, a salsinha, e a aveia. Tempere com sal e pimenta. Reserve. Amasse o grão-de-bico com garfo ou use o processador até formar uma pasta grossa. Junte os demais ingredientes e misture manualmente.

Adicione a farinha de rosca até dar liga e mexa mais. Divida a massa e modele os hambúrgueres. Leve a geladeira por 1 hora, no mínimo. Asse em grelha ou no forno.

Eu montei como hambúrguer tradicional, com queijo derretidinho e salada de alface americana e tomate.

*Obs – eu passei os meus hambúrgueres no gergelim, pra dar um saborzinho e uma certa crocância.

Direto da cozinha da vizinha pra minha – Bolinho de jiló

bolinho

Se tem algo que o blog me trouxe e sempre traz são boas amizades – que a cada reencontro gera muitos papos, risadas, troca de experiências, fofocas das boas e fortifica ainda mais os laços dessas amizades – a Patricia foi mais uma amiga que ganhei ano passado por conta dessa cozinha virtual aqui e ela é uma pessoa super divertida, alto astral enfim e a bicha ainda cozinha bem, não ninguém merece né?! Bom e nos encontramos esses dias em um evento e a bicha já chegou toda  montada na felicidade pois vinha de um boteco, eu mereço?! Descreveu os bolinhos que traçou por lá de tal maneira que ficou mesmo irresistível não replicar a receita (não copiei eu recriei pois como diz o mestre Atala cozinheiro não copia faz releitura da receita – kkkkk). Bom então na minha releitura do bolinho luxo de jiló eu recheei com queijo ao invés da linguiça, versão que ainda quero fazer. Genthenn não deixei de fazer esse bolinho pra acompanhar a serva do final de semana, vai por mim.

Para executar – 100g de cebola picada finamente / 50g de alho triturado / 1 colher de sopa de azeite / 250 g de jiló picado bem miúdo / 1/2 colher de sopa de sal / 1/2 colher de chá de pimenta do reino / 200ml de água / 300g de farinha de trigo / 1/2 maço de salsinha e queijo mussarela cortado em palitinhos para rechear. Para prepara a massa – Em uma panela aqueça o azeite em fogo baixo e refogue a cebola e o alho até murchar, junte o jiló e refogue por 5 minutos até começar a mudar de cor. Tempere com sal e pimenta. Caso queira uma massa mais pedaçuda e verdinha não refogue o jiló por muito tempo e se quiser a massa mais lisinha refogue o jiló por 10 minutos. Adicione a água e quando começar a ferver acrescente a farinha de uma só vez, mexendo vigorosamente até que a massa desgrude do fundo da panela. Deixe essa massa esfriar e depois molde os bolinhos recheando com queijo e para empanar eu passei na farinha de trigo, leite e farinha de rosca. Frite em óleo quente e sirva assim quentinho com o queijo bem puxa puxa.

Fonte – Gastronomia & +

Tostex de brócolis com queijo e um presente

tostex

Hoje não tem uma receita e sim uma dica e uma dica quente de um lanchinho que pode transformar aquele simples tostex do dia a dia em um lanche encantador e memorável e digo mais por aqui já virou vicio – mas antes de tudo tenho que contar como tudo aconteceu (senta que lá vem história), eu sempre fã de Ariana que muitos conhecem e se não conhece vai conhecer pois vou deixar o link do site dela aqui no final do texto, enfim continuando – eu sempre a vi como uma pessoa do bem, e mesmo a vendo em alguns eventos nunca cheguei até ela, sempre olhava de longe até que o encontro de blogueiros me deu esse presente, ainda não falei com ela pessoalmente pois o destino quis assim, nos desencontramos no evento mas conversamos muito nesses últimos dias e até descobri que mora perto de mim e assim como nasce uma amizade e entre uma conversa e outra uma e outra caneca de café, também nasce o compartilhar das receitas e dicas e essa receita ou dica eu peguei da minha querida amiga Ariana, e ela fez para utilizar um pão delicioso que ganhamos no evento e eu corri atrás e embarquei na ideia dela e só posso dizer amiga que foi lindo! E para executar eu cozinhei um pouco de brócolis no vapor e depois o refoguei com um generoso fio de azeite e alho e cebola picadinha, temperei com sal maldon e pimenta moída e reservei – peguei pão 100% integral e coloquei duas fatias de queijo o brócolis por cima e levei ao tostex apenas para aquecer o pão e derreter o queijo, e se você tiver um bom vinho na adega passe a mão por uma taça e tenha um ótimo final de dia.

*Fonte – A Casa Encantada

Figos assados com mel e tomilho

figos

Feriados são dias que quebra a rotina da minha casa, e dificulta todo o restante do trabalho – crianças em casa é sinal de alegria e muita, mas muita bagunça. Mas vamos que vamos e hoje a proposta aqui é ensinar vocês como dar uma levantada naquele sorvete basicão que você compra pronto no supermercado. E quem nunca?! Vai receber aquela visita de ultima hora, e tem um potão de sorvete lá no freezer? Vou te ensinar a transformar esse ingrediente numa sobremesa de diva chiquérrima e com toda tranquilidade. Compre uma caixinha de figos frescos higienize bem e parta ao meio – coloque sobre cada metade uma colher de chá de mel e uma colher chá de vodca, espalhe por cima raminhos de tomilho ou alecrim a gosto e leve ao forno preaquecido a 180graus, por cerca de 40 minutos ou até que esteja parcialmente desidratado. Sirva quente com sorvete de baunilha e um bom caramelo com flor de sal.

Fonte – Revista casa e comida.

 

Não percam eu estarei lá

bazar

Meninas e meninos olha que chance legal de comprar o presente descolado e chique de doer para mamãe?! E de quebra podemos nos encontrar lá, e conversar, comprar coisinhas fofas no bazar ogente e depois ainda comprar comidinhas gostosas nas lujinhas e tomar um lanche delicioso na padaria da rua dos estudantes, eu estarei lá esperando por vocês em?! Não esqueçam dia 25/04 vai ser um lindo sábado minha gente.