Ciabatta simples assim

Depois de um último dia de férias insando com o filho + velho reclamando o dia todo que as amadas férias tinham acabado – esse seria de fato o lanche perfeito para fechar o fatídico dia e se você tem dias assim no seu “cardápio” não perca a chance de fazer esse pãozinho e se não tiver um dia assim, aproveite o dia de preguiça e faça esse lanche super hiper express.

Pão ciabatta aberto (cada pão rende dois lanches) e truque foi o seguinte, regar com um fiozinho de azeite o pão, colocar um pouco de molho de tomate, queijo muçarela e a cobertura escolhida – que no meu caso foi uma caponata de berinjela que já tinha prontinha na geladeira e o outro foi de calabresa moída somado a cubinhos de tomates frescos, com alho frito e pimenta vermelha seca, depois de colocar a cobertura leve ao forno só para o queijo derreter ao retirar pode dar uma última regada com azeite e servir.

Anúncios

Dando um truque no parmegiana

Eu continuo a minha saga de não complicar mas ainda se mantendo no luxo né amiguinha? Descer do salto jamais (rs). Aí nasceu o trucão do parmegiana simples e foi assim, depois de fritar seu bifinho empanado, e fazer aquele molhinho de tomate poderoso, com textura encorpada e pedaçudo você reserva tudo e vai ao truque. Pegue uma berinjela grande e fatie em fatias médias  – tempere com sal e pimenta moídos na hora e grelhe na chapa untada com fio de azeite – ai só basta montar o prato, coloque os bifes no fundo da travessa e coloque queijo muçarela por cima, cubra com o molho de tomate ,  e coloque a berinjela fatiada parmesão e leve ao forno – depois de aquecido retire do forno e regue com azeite.

Jantar express

Tem dias que deixo o meu lado “amélia” de lado e me jogo no melhor jeitão Nigella de ser (rs), e foi num dia desses que saiu esse jantar – da sala eu ouvia o eleitorado perguntar se teria carne assada (rs) pois diziam sentir um cheirinho delícioso da mesma, quando falei 0 que era o jantar a julgar pelas carinhas eu acredito que eles não colocaram fé, mas ao provarem mudaram seu julgamento.

As medidas depedem de quantas bocas você vai servir amiguinha. O jeitão simples de fazer: Corte as batatas em cubos grandes, dentes alho (o meu já estava descascado e eu os utilizei, mas você pode colocar com a casca mesmo) e salsichas cortas em 3 pedaços, pegue uma assadeira e coloque as batatas e tempere que sal e pimenta moídos na hora, dê uma boa regada com azeite e acrescente os dentes de alho e por cima coloque os pedaços de salsicha – tampe com papel alumínio e leve ao forno em temperatura média e deixe coberto até que a batata esteje macia – nesse momento retire o papel e deixe a salsicha pegar um bronze. Sirva com arroz branco e salada.

Panzanella

Gente como anda chovendo, a turma da praia deve estar meio deprimida esse ano. Mas mesmo com tanta chuva não abro mão de uma boa salada – a querida salada aparece na minha mesa até mesmo no inverno.

Pegue um pão rústico corte em fatias grossas esfregue um dente de alho em cada fatia e depois corte-as em cubos grandes, aqueça uma frigideira de fundo pesado e dê uma boa regada com azeite some os cubos de pão e deixe dourar , dar aquela torradinha e depois reserve. Em uma uma tigela pique tomates orgânicos em cubos, pepino japonês em cubos, cebola roxa em fatias fininhas, some folhas de manjericão, cheiro-verde e vamos temperar com um toque de aceto balsâmico, azeite extra virgem, sal e pimenta moídos na hora, junte o pão e esprema suco de um tomate por cima, mexa tudo e sirva.

Sanduiche de sobras

Fiz um lombinho de porco na panela e mesmo achando que não era tão grande o danado ainda me rendeu uma sobra que foi parar claro na geladeira. Final de semana é tempo de começar a limpar a coitada e prepará-la para receber tudo fresquinho novamente. E foi aí que nasceu a pouco criativa ideia de fazer o sanduiche – a ideia pode não ser tão criativa assim mas o sabor eu garanto que é incrível e a receita totalmente express.

Aqueça uma frigideira de fundo pesado e regue com um fio de azeite, coloque a carne já fatiada e deixe começar a fritar, junte cebola fatiada e tomates cortados em cubos deixe formar um molhinho e cubra então com muçarela abafe e deixe o queijo derreter – pegue um pãozinho francês fresquinho regue com um pouquinho de azeite, coloque alface e cubra com a carne e então é só partir para o abraço.

Esfiha de queijo

Eu gosto de fazer massa de pão, mesmo que por muitas vezes utilize a ajuda da máquina de pão para pelo menos bater a massa – pois com o Enzo subindo e descendo das coisas, ligando e desligando a tv e mexendo em tudo que encontra pela frente e um momento ou outro pedindo colo me permito a não me cobrar tanto e pedir a ajuda da máquineta. Depois fica só o trabalho de rechear e moldar e digo mais, enquando o pãozinho fica no forno perfumando minha casa eu vejo desenho animado com Enzinho na sala e ele fica tranquilo e isso gera pouco stresse e no final a casa toda sai ganhando.

Massa:
2 tabletes (30g) de fermento biológico fresco
500ml de leite morno – usei semidesnatado
3 colheres (sopa) de açúcar
1 ½ colheres (chá) de sal
2 colheres (sopa) de óleo
6 ½ xícaras (780g) de farinha de trigo – usei somente 730g

Comece preparando o recheio: misture em uma tigela 300g de muçarela ralada com 200g de requeijão de bisnaga e reserve.

Pré-aqueça o forno a 220ºC.

Agora, a massa: dilua bem o fermento no leite morno, misturando com um garfo. Junte o açúcar, o sal e o óleo. Coloque a farinha aos poucos e misture com uma colher de pau até obter uma massa homogênea. Cubra com um pano de prato e deixe descansar por cerca de 5 minutos. Depois, trabalhe a massa com as mãos por aproximadamente 5 minutos. Faça bolas de massa do tamanho de uma noz, cubra com um pano e deixe-as descansar por cerca de 5 minutos. Abra cada bola com os dedos, virando-as para formarem discos de espessura regular – use o rolo de massas, fica mais fácil. Em seguida, coloque no centro do disco ½ colher (sopa) de recheio. Dobre a terça parte da beirada inferior até o centro e em seguida o terço esquerdo e o direito formando um triângulo, apertando ligeiramente as beiradas de uma contra a outra, para não abrirem. Coloque as esfihas em uma assadeira untada com óleo, deixando cerca de 2cm entre uma e outra. Leve ao forno por cerca de 30 minutos, ou até dourarem.

Dicas (não fiz nenhuma das duas):
Querendo pincele as esfihas com gema antes de assar
Após assadas, abafe-as colocando-as em uma panela com tampa. Fazendo isso, elas permanecerão mais macias.

*rendimento de 30 unidades de tamanho médio

Torta de liquidificador para combinar com termo “férias”

Férias são iguais a dias de cozinha simples, rápida e gostosa e é assim que tem sido – tenho colocado meu lado Nigela para fora e olha que ele tem tomado conta do meu ser e da minha cozinha pois dessa cozinha vem pipocando receitas nigelescas. rs

Massa:
3 ovos
1 xícara de óleo (menos um dedo)
2 xícaras de leite
1 xícara de queijo ralado
2 xícaras de farinha de trigo
1 pitada (reforçada) de sal
1 colher de sopa de fermento em pó

Recheio:
1 copo de requeijão (ou 1 lata de creme de leite sem soro), fatias de tender, azeitonas e cebola em fatias finas.

Bata todos os ingredientes da massa no liquidificador (com exceção do fermento, que deve ser adicionado depois).
Ponha a metade da massa numa forma untada (usei de 20 cm) e depois de acrescentar o recheio de sua preferência coloque o requeijão ou o creme de leite sem soro por cima do recheio. Despeje o resto da massa por cima e leve ao forno até dourar por cima, o que leva de 20 a 30 minutos em forno alto.