Pacotinhos de aveia instantânea

aveia

Aprender é sempre maravilhoso, mas quando se aprende com uma pessoa querida e que sabe como a banda toca, é muito amor! Então hoje a dica que peguei na cozinha da vizinha está aqui, mas olha não sejam doidos de não visitar a maravilhosa cozinha dela (com toda licença Ofélia querida). Bom, tenho um filho que devora aveia no café da manhã, todos os dias e incansavelmente e esses pacotinhos pra ele, são verdadeiros porta jóias – pensa você acordar e ter seu café diário super prático, saudável e sem frescuras e mimimi – tudo melhor estilo pá pum. Ah já sei você vai me falar que queria tomar esse café no trabalho e não gostaria de levá-lo em saquinhos e ter que levar mas uma tigelinha e tal, eu já te dou a solução, coloque o conteúdo de seu saquinho nesse lindo vidro, já coloca a colherinha e quando chegar lá, basta adicionar a água e tomar seu café.

Para a receita base você vai precisar de:

  • 5 xícaras (de chá) de aveia em flocos (utilizei 4 de flocos finos para 1 de flocos multi grãos),
  • 1 xícara (de chá) de leite em pó,
  • 1 xícara (de chá) de açúcar mascavo,
  • 1 colher (de sopa) de chia.

Misture tudo muito bem!

Para o complemento dos pacotinhos:

  • Frutas secas
  • Sementes secas
  • Castanhas secas
  • Eu dividi em duas partes a quantidade total da receita base e adicionei em uma parte:

 

  • 1 xícara (de chá) de banana passa cortadas em rodelas pequenas,
  • 1/4 de xícara (de chá) de castanha do pará quebradas grosseiramente,
  • 1/4 de xícara (de chá) de nibs de cacau (que também ficaria ótimo substituído por gotinhas de chocolate),
  • 1/4 de xícara (de chá) de sementes de girassol.

Esta parte dos complementos fica aberto para criar da forma que mais gostar, uva passas, ameixa, blueberry, toda fruta desidratada vai ficar sensacional, variar as castanhas, adicionar sementes novas, tudo depende do seu gosto pessoal, eu particularmente me surpreendi com o sabor do damasco e coco, foi meu preferido!

Você pode também fazer a receita base e adicionar somente grãos e castanhas e quando for tomar seu café da manhã cortar algumas frutas frescas e adicionar no lugar das frutas secas, com morangos frescos e banana e fica maravilhoso!

Coloque em cada saquinho 1/2 xícara do preparo pronto, feche e guarde por até 3 meses.

Para preparar cada manhã coloque o preparo do saquinho em 1 xícara de leite quente, mexa bem e deixe em repouso por uns 2 minutos no mínimo (se gosta da aveia não quente espere 5 minutinhos, ela ficará morna e a aveia muito mais hidratada). Vai se arrumando para sair e enquanto isso a aveia descansa!

Se gostar dela bem geladinha, você pode deixar pronto no dia anterior na geladeira e consumir pela manhã, funciona tanto no leite como no iogurte grego!

Fonte – A Casa Encantada

 

Anúncios

Bolonhesa de Porco

bolonhesa

Sempre recebo email perguntando se vale mesmo a pena investir em um ou outro eletrodoméstico e sempre falo que na cozinha uma boa panela, umas boas espátulas e colheres de bambu, um bom pilão de pedra sabão, uma boa faca e tábua de corte e bons ingredientes já andou metade do caminho, e quando o negócio é colocar algo na tomada eu diria que um bom processador e um bom moedor de carnes (semi profissional) é o céu. E com esse bom moedor nasceu esse bolonhesa totalmente homemade e que foi uma almoço muito feliz e agradável – a influência veio do casal mais querido do mundo da gastronomia ; Jefferson Rueda e Janaína Rueda que faz do porco a estrela da sua casa e eu carrego muita influência deles sem sombras de dúvida.

Para o Bolonhesa – Utilizei 1  1/2 de lombo de porco, 100 g de copa fresca suína, 3 latas de tomates pelados cortados em cubos, 1 cebola pequena picadinha, 1 dente de alho sofrido com sal grosso no pilão, ervas e azeite.

Aqueci uma panela de fundo pesado, reguei com azeite e deixei refogar a carne, quando estava refogada somei a cebola picadinha, o alho sofrido e deixei murchar um pouco e pegar sabor, somei os tomates pelados em cubos as ervas de minha preferência e deixe cozinhar lentamente em fogo bem baixinho – até que esse molho ficasse bem apuradinho e cheio de sabor.

Para a carne eu comprei fresca, cortei em tiras largas e deixei quase começar a congelar, passei pelo meu moedor de carne e já utilizei.

Depois deste molho pronto, coloquei por cima de um espaguete que foi cozido ao dente e salteado no azeite aromatizado com ervas e servi com uma linda chuva de queijo canastra de leite cru.

Bem Casados e Dois Dedos de Conversa

bem casados

Dei uma sumida, não por falta das comidinhas e sim porque meu querido computador me deixou na mão, mas agora de volta trato logo de cumprir o prometido e deixar a receita que deixou muita gente curiosa com a foto lá no instagram, não me segue por lá ainda?! A corre lá, tem o endereço aqui mesmo no blog, pode acompanhar muito do meu dia a dia por lá, e dos filhotes e outras *coisitas mais. Bom essa receita não é minha e me foi ensinada por aquela que chamo de Diva dos Bolos, e se quer conhecê-la o link vai estar ao final do poste – essa receita é certeira não vai dar *jabú e você vai morrer de amor pelo resultado final.

Na cestinha – 6 ovos (claras batidas em neve + as gemas), 180g de açúcar, 250g de farinha de trigo peneirada, 1 colher (chá) de extrato de baunilha, 1 colher (chá) de fermento em pó.

Modo de preparo – Bata as claras em neve bem firme, junte o açúcar e continue batendo, junte as gemas uma a uma e bata por mais 5 minutos. Tire da batedeira e junte a farinha e o fermento misturando lentamente com ajuda de fouet. Pingue em uma assadeira untada e enfarinhada. Leve para assar em forno pré aquecido super forte, antes de colocar os bem casados abaixe a temperatura desse forno e então os coloque para assar. Quando as bordas do bolinho começar a dourar já pode tirar do forno. Faça uma calda com 100ml de leite de coco e uma xícara (chá) de açúcar refinado, misture bem os ingredientes e pincele o bem casado assim que saírem do forno, o pincel só vai, não volta, ou seja não deixe seu bem casado muito molhado, polvilhe açúcar confeiteiro e deixe secar por 4 horas, recheie com doce de leite cozido em ponto bem firme e está pronto para embalar.

Eu passei na folha plástica própria para embalar bem casados e depois embrulhei no tecido, mas tem lindos papeis para embrulhar, pode servir dentro de uma linda compoteira sem embrulhar ao lado do cafezinho ou mesmo chá.

 

Fonte – Better Call San

Torta de Liquidificador nada mais do que mais do mesmo, só que não

bolo salgado

Torta de liquidificador já é um clássico nas cozinhas brasileiras, mas sempre feitas em tabuleiros – mas devo dizer que achei um charme essa feita na forma de mini bolo de anel, e fica tão simpática para ir a mesa. Os recheios podem variar e muito – no melhor estilo, aquilo que sua imaginação alcançar e claro tendo a parcimônia de combinar os sabores (as de legumes moram no meu coração).

Massa:
3 ovos
1 xícara de óleo (menos um dedo)
2 xícaras de leite
1 xícara de queijo ralado
2 xícaras de farinha de trigo
1 pitada (reforçada) de sal
1 colher de sopa de fermento em pó

Bata todos os ingredientes da massa no liquidificador (com exceção do fermento, que deve ser adicionado depois). Coloque metade da massa em uma assadeira de anel (untada e enfarinhada) coloque o recheio de sua preferência e cubra com o restante da massa.

*Fiz uma com recheio de frango e catupiry e outra com refogadinho de carne moída com ervilhas frescas e pedacinhos de queijo do reino.

*Visite essas outras idéias de recheio para tortas de liquidificador. Aqui ou aqui ou aqui

Lula empanada e breja gelada

lula

Lulas empanadas e sequinhas e uma breja gelada dá de verdade um ótimo casamento – tenho sempre comigo um episódio do programa da Nigela em que ela empana lula e outras delicinhas para acompanhar uma bebida em uma tarde de verão, não sei bem porque mas ficou marcado pra mim. Sei bem que estamos só iniciando a semana e esse seria um bom post para terminar a semana pois combina com um dia de preguiça, um dia para curtir um almoço tardio com a família ou mesmo estar entre amigos – mas ao olhar essa foto fiquei com muita vontade de dividir essa dica com vocês.

Na cestinha – 500g de anéis de lula que temperei com sal, pimenta moída na hora e um toquinho de limão e reservei. Coloquei leite em uma tigelinha, Farinha de trigo em outra e por fim coloquei em uma terceira vasilha um pouco de panko. Passei um a um os anéis de lula, primeiro na farinha de trigo, depois no leite e por último no panko e depois de tudo prontinho fritei em óleo quente. Deixe escorrer e sirva com limão ou molhinho de sua preferência.

Obs – A farinha de trigo eu temperei com um toquinho de sal e pimenta moídos na hora. Super importante seguir essa ordem para empanar.

Rolinhos de frango ou do que tiver na geladeira

rolinho de frango

Para os dias de correria ou de preguiça, para salvar a pátria no dia de guerra ou seja basta abrir os armários e geladeira a procura do que colocar dentro – a no meu caso fiz com rap 10 mas pode ser feito com pão pita ou pão folha e tudo aconteceu +/- assim; peguei umas tirinhas de frango que estavam perdidas no freezer dei um plus com alguns temperinhos e refoguei num fio de azeite – em uma metade do pão passei coalhada seca e na outra homus (pasta de grão de bico) e coloquei folhas de alface, rúcula e tomatinhos picados dei uma nova temperada com pimenta moída na hora e um fio de azeite e por cima coloquei as tirinhas de frango (que poderia ser atum, carne de panela desfiada, carne moída ou até mesmo um mix de legumes refogadinhos e bem temperados), daí foi só fechar e servir.

 

Como fazer crianças comerem bem

Enzo papando

A verdade colega é que se existisse uma fórmula mágica eu já teria ficado rica, pois já vi muitos pais se descabelando porque seus pequenos não comem eu mesma por vezes já fui vitima disso – e se tem alguma caminho eu diria que o caminho “é o exemplo”, isso mesmo e parece tão simples né?! E na realidade é – quando você já tem essa consciência aí basta apenas se munir de muita paciência, para repetir o alimento incontáveis vezes e muita força na peruca.