Bolonhesa de Porco

bolonhesa

Sempre recebo email perguntando se vale mesmo a pena investir em um ou outro eletrodoméstico e sempre falo que na cozinha uma boa panela, umas boas espátulas e colheres de bambu, um bom pilão de pedra sabão, uma boa faca e tábua de corte e bons ingredientes já andou metade do caminho, e quando o negócio é colocar algo na tomada eu diria que um bom processador e um bom moedor de carnes (semi profissional) é o céu. E com esse bom moedor nasceu esse bolonhesa totalmente homemade e que foi uma almoço muito feliz e agradável – a influência veio do casal mais querido do mundo da gastronomia ; Jefferson Rueda e Janaína Rueda que faz do porco a estrela da sua casa e eu carrego muita influência deles sem sombras de dúvida.

Para o Bolonhesa – Utilizei 1  1/2 de lombo de porco, 100 g de copa fresca suína, 3 latas de tomates pelados cortados em cubos, 1 cebola pequena picadinha, 1 dente de alho sofrido com sal grosso no pilão, ervas e azeite.

Aqueci uma panela de fundo pesado, reguei com azeite e deixei refogar a carne, quando estava refogada somei a cebola picadinha, o alho sofrido e deixei murchar um pouco e pegar sabor, somei os tomates pelados em cubos as ervas de minha preferência e deixe cozinhar lentamente em fogo bem baixinho – até que esse molho ficasse bem apuradinho e cheio de sabor.

Para a carne eu comprei fresca, cortei em tiras largas e deixei quase começar a congelar, passei pelo meu moedor de carne e já utilizei.

Depois deste molho pronto, coloquei por cima de um espaguete que foi cozido ao dente e salteado no azeite aromatizado com ervas e servi com uma linda chuva de queijo canastra de leite cru.

Muffin de abobrinha, parmesão e hortelã – Para dar um viva a primavera

Muffins

A primavera chegou e junto com ela um calor incrível, e já começo a me movimentar no sentido de mudar o jantar dos pequenos e grandinhos da casa, fazendo lanches que nos remetam a uma comida mais leve – esse bolinho é pra mim a cara dessa estação, e posso te garantir ele feito em uma assadeira maior, e cortado em cubos – com uma pequena cumbuca de um bom azeite vira um belo petisco para acompanhar o suco gelado dos pequenos e breja dos adultos.

  • 3 abobrinhas raladas (cerca de 400grs)
  • 200 grs de farinha de trigo
  • 1 pacote (7 grs) de fermento biológico – eu utilizei fermento quimico em pó para bolo
  • 100 ml de azeite extra virgem
  • 3 ovos
  • 80 grs de queijo parmesão ralado
  • 3 colheres (sopa) de hortelã picadinha

Coloque um pouquinho de azeite numa panela e refogue a abobrinha ralada mexendo sempre por 5mts. Transfira para um prato e reserve (utilize frio). Coloque a farinha e o fermento numa vasilha, misture. Faça um buraquinho no centro e acrescente os ovos, leite e azeite. Misture tudo delicadamente com a ajuda de fouet. Acrescente o queijo ralado, a hortelã e abobrinha, misture gentilmente. Por fim acrescente um toquinho de sal e pimenta à gosto, junte o fermento e torne a misturar delicadamente. Coloque nas forminhas para muffins e leve para assar em forno médio preaquecido e deixe assar por 20 minutos.

*Fonte – Blog Trem Bom

 

Cenario

 

O calor, a Cerva Gelada e o Petisco

comidinha

Final de semana chegando, calorão e a turma já sonha com cervejinha gelada, e o que fazer para embalar essa bebida que é paixão nacional? Eu te mostro aqui, que tal esses fagottinis fritinhos, super crocantes e super fácil de fazer – basta abrir a embalagem,  e fritar em imersão em óleo quente, até dourar – para acompanhar uma salsa um molhinho bem gostoso e de preferência picante.

Obs – Pode ser capeletti ou Ravioli e com o recheio da sua preferência.

Um trucão para seu molho de tomate do dia a dia

massa

Penso que dicas para o mudar e dar uma cara nova, uma graça na sua comida do dia a dia é legal, né não?! Bom sendo assim venho contar pra vocês uma maneira simples de dar uma levantada no seu molhinho de tomates, você pode começar seu molho do zero com tomates frescos e se precisar de uma receita é só colocar na busca aqui do blog ou então pode utilizar latas de tomates pelados que vai te render um molho incrível e pra começar, aqueça uma frigideira grande de fundo pesado e enquanto a mesma aquece coloque um pouquinho de erva doce na tábua de corte e de uma leve amassada na mesma para que ela solte melhor seu perfume e sabor e para dar uma leve defumada leve ela a essa frigideira quente e deixe torrar levemente, some azeite e uma cebola bem picadinha com dente de alho e deixe sofrer na frigideira até a cebola ficar transparente, some os tomates pelados, tempere com sal e pimenta moídos na hora e coloque um toquinho de leite para quebrar o ácido, deixe apurar e sirva com sua massa cozida al dente.

Obs – esse molho super combina se for feito com fatias finas de linguiça calabresa defumada.

Fonte – Meu esposo, que também comanda as panelas por aqui vez em sempre.

Pão de Queijo no Palito

crepe

Vejo que hoje quase todos tem uma maquininha de crepe em casa, e se você não tem ou mesmo não deseja fazer esse investimentos em catálogos e lojas de tranqueiras de casa vendem uma forminha de fazer crepes direto na chama do seu fogão e para fazer um lanche despretensioso e com cara de criança ele é um ótimo aliado. O recheio vale desse mais infantil o presunto e queijo até recheios mais puxado no *gramurr como carne seca desfiada com queijo cremoso, atum, frango desfiado, caponata de berinjela, um sofrido de abobrinha com cebola, alho , azeite e hortelã e onde mais sua imaginação te levar.

Para fazer a massa – 500g de polvilho doce, 1 1/2 xícara (chá) de água, 1/2 xícara chá de óleo, 200g de queijo ralado (eu utilizei queijo canastra – mas pode ser parmesão ou meia cura), 2 ovos, 1 colher chá de sal. Coloque tudo no liquidificador e bata por 2 a 3 minutos, deixe a massa descansar por 10 minutos e depois basta preencher as cavidades da maquininha e colocar o recheio o palito e cobrir com um pouquinho de mais de massa fechar e esperar assar, no meu ficou douradinho porque eu polvilhei as cavidades com um pouquinho de queijo ralado.

Risoto de Vinho Barolo e Paio

risoto

Frio e risoto para comer na cumbuca e se sentir abraçado, porque carinho é tudo nessa vida né gente?! Quando o tempo refresca e começa o friozinho eu já gosto de fazer comidinhas mas quentes e mas calóricas também, são comidas que confortam e faz qualquer dia terminar feliz. Aqui no blog tenho inúmeras receitas de risoto e basta colocar na busca e vai encontrar muitos sabores diferentes e com certeza algum que te agrade, amiga não deixe de fazer um jantar gostoso e mimar sua família por conta frio, pois nesses dias uma comida quentinha é igual a um abraço.

100 g de paio sem pele e cortado em meia lua / 30 ml de azeite / 80 g de cebola branca bem picadinha /160g de azeitonas verdes picadas/ 50g de manteiga/ 350 g de arroz carnaroli/50ml de vinho branco seco/ 500ml de caldo de legumes/ 350 ml de vinho tinto Barolo/ 50g de parmesão ralado de boa qualidade.

Em uma frigideira, refogue o paio com metade do azeite e metade da cebola. Reserve a cebola e a linguiça. Nessa mesma frigideira, aqueça o restante do azeite e junte a cebola que sobrou. Assim que dourar, coloque o arroz. Misture bem e adicione o vinho branco. Quando evaporar, junte o caldo de legumes aos poucos e vá mexendo seguidamente. Coloque mais caldo à medida que o arroz for secando. Passados 10-12 minutos, incorpore a linguiça refogada com cebolas da primeira leva, as azeitonas e o vinho tinto Barolo. Ajuste o sal e a pimenta. Após 2 ou 3 minutos, retire do fogo, acrescente a manteiga e o parmesão e misture bem. Sirva quente.

Lasanha com um toque de ricota defumada

lasanha

O que fazer quando sua cria quer uma lasanha de 4 queijos e você descobre que o provolone esta valendo quase um rim?! Sim meu povo o preço do bichinho é assim uma afronta e nessas horas sou radical, não compro e acredito que todos deveriam fazer o mesmo, pois assim mudaríamos um pouco as coisas e daríamos chances de talvez outros produtos e produtores entrarem no mercado. Bom então eu passei a mão em um litro de leite, um pote de requeijão cremoso de 400g, uma boa colherada de manteiga que aqueci dourei levemente 1 colher de sopa de farinha de trigo, juntei o leite e o requeijão e mexi até esse molho criar consistência levemente engrossada, temperei com um toque de sal moído na hora e um pouco de noz-moscada que também ralei na hora e reservei. Peguei dois pacotes de massa para lasanha e fui montando camadas de molho, massa e queijos (mussarela, queijo prato e ricota defumada ralada) e finalizei com molho e parmesão ralado. Levei ao forno no tempo indicado na embalagem da massa e depois acionei o grill para gratinar e criar essa capa de queijo dourar e crocante.