Buraco quente de repolho e salsicha

Image and video hosting by TinyPic

Eu ando bem express para enfrentar esse calorão, e sendo assim vocês vão ver por aqui nesse tempo muitas saladas e pratos rápidos. Essa é minha versão amada do buraco quente, um sanduichinho tão antigo aqui em terras tupiniquins, eu me lembro que quando era criança todas as festas de casamento tinham em seu cardápio buraco quente mas com molho de carne moída (alguém se lembra disso?!).

Esse sandubinha não tem medidas exatas por isso vou deixar aqui só a maneira de fazer. Aqueci numa panela de pressão 1 colher (sopa) de azeite e refoguei uma cebola pequena picadinha , alho macerado com sal e uma pimenta dedo de moça picada com sementes (se não gosta do sabor muito picante da pimenta retire as sementes), depois que a cebola ficou transparente eu juntei meio repolho fatiado (não necessita ser finamente fatiado) e deixei refogar por um ou dois minutos coisa bem rápida, adicionei uma lata de tomates pelados e 150 ml de água, 300 g de salsicha cortada em rodelinhas, misture os ingredientes, tampe a panela e deixei cozinhar por 10 minutos depois que a panela pegou pressão.

Para servir, você vai precisar de um pãozinho francês bem fresquinho e basta colocar o recheio e regar com um fio de azeite, um bom suco e estava pronto o meu jantar.

Uma foto bem de pertinho para que vejam como o pão fica molhadinho com o molho.

Image and video hosting by TinyPic

Cupcake de banoffee

Image and video hosting by TinyPic

Desde que a minha amada idolatrada salve, salve amiga Valentina abriu o seu novo blog eu fico como criança ansiosa a espera da próxima postagem, até já tinha falado sobre isso com ela. Mas o dia que bati o olho na primeira postagem dela no dia seguinte eu fiz e o que posso dizer desse bolinho é: Ele é o bolinho! Sabe aquela estória em roda de rapazes falando de outra pessoa quando eles falam: Ele é o cara?! É bem esse meu sentimento com relação a esse bolinho. Minha dica quente seria – coma esse bolinho geladinho, aí não tem pra ninguém. Ao morder a uma verdadeira explosão de sabores e texturas. Mas você consegue identificar bem todos os sabores que são bem harmoniosos.

  • 1 xícara (chá) de açúcar
  • 90 ml de óleo vegetal (utilizei de milho)
  • 1 ovo grande + 1 gema
  • 1/2 colher (chá) de extrato de baunilha
  • 1 1/2 xícara (chá) de farinha de trigo
  • 1/4 colher (chá) de sal
  • 1/2 colher (chá) de fermento químico em pó (fermento para bolo)
  • 1 1/2 banana média madura
  • 1/4 xícara (chá) de iogurte natural / ou buttermilk

Ligue o forno – 180 graus. Prepare as forminhas e reserve. Peneire a farinha de trigo, fermento e sal numa tigela e reserve. Amasse a banana e reserve. Coloque na tigela da batedeira o óleo e o açúcar e bata bem utilizando o batedor que se parece um fouet. Acrescente o ovo inteiro e bata bem novamente, e só então acrescente a gema e repita o processo batendo bem novamente. Acrescente o extrato de baunilha e bata um pouco mais e desligue a batedeira. Alterne a mistura com farinha de trigo e o iogurte, mexendo com uma colher de pau a cada adição. Acrescente a banana amassada e misture à massa. Divida a massa igualmente entre as forminhas e leve ao forno. Asse por aproximadamente 25 minutos, dê uma conferida depois dos 20 minutos. Retire quando estiverem assados e transfira para uma grade e deixe esfriar por 5-7 minutos, antes de retirar as forminhas da assadeira.

Para recheio

  • 200 g de doce de leite

Eu cozinhei em uma panela de pressão uma lata de leite condensado por 30 minutos depois que a panela já tenha pego a pressão aí sim você marque o tempo.

Para rechear os cupcakes corte a parte de cima dos mesmo no formato de um cone invertido, coloque o recheio e tampe novamente. Não encha muito de recheio para que o mesmo não escape.

Para cobertura

  • 450 g de creme de leite fresco
  • 1 colher (chá) de café granulado
  • 2 colheres (chá) de açúcar

Coloque todos os ingredientes numa vasilha e bata bem até obter um creme bem firme. Se for fazer esse processo na batedeira cuidado para o creme de leite não bater demais e virar manteiga. Espalhe a cobertura por cima dos cupcakes e coloque por cima uma rodelinha de banana caramelizada (eu tirei a foto antes de colocar a bananinha).

Para caramelizar a banana

  • 1 banana média em rodelas
  • 2 colheres (sopa) de manteiga

Coloque a manteiga numa frigideira anti-aderente e deixe derreter em fogo médio. Coloque as rodelinhas de banana e deixe dourar de um lado e de outro. Não pode queimar. Retire da frigideira, deixe escorrer sobre um papel toalha e depois decore seus bolinhos.

* Fonte – Blog CUPCAKES

Vitamina de banana e uma resposta

Image and video hosting by TinyPic

Você está com a fruteira cheia de bananas implorando para serem usadas?! E elas vão virar aquele bolo maravilhoso conhecido como bolo invertido ou um bolo simples para acompanhar o café? São mesmo ótimas pedidas mas com o calor que vamos enfrentando pelo menos aqui nessa região que moro essa bebida é bem legal. Ontem quando o Rapha chegou da escola eu fiz e ele simplesmente amou, fica realmente bem grossinho, a banana congelada dispensa o uso do sorvete mas faz o mesmo papel do sorvete, deixando a vitamina super geladinha e encorpada. Eu peguei as bananas que estava já maduras na minha fruteira, parti em quatro pedaços e espalhei sobre uma assadeira e levei ao freezer para congelar em aberto por 2 horas, depois recolhi coloquei num saquinho próprio para congelamento e devolvi ao freezer. Sempre que precisar dessa delíciosa bebida gelada é só retirar uns pedaços de banana la do meu baú de tesouros.

Respondendo alguns email´s que venho recebendo em relação a receber aqui no blog tantos comentários indesejados, e as pessoas atribuem isso a uma perseguição e me falam que acham que por conta da minha religião. Eu vou continuar falando da minha fé aqui e das minhas experiências com Deus, pois através dos meus testemunhos hoje recebo também muitos emails de pessoas que hoje estão conhecendo esse Deus fiel que eu conheço.

“Eu tenho um chamado jamais vou me calar, eu tenho um chamado o evangelho a anunciar eu fui escolhido no ventre da minha mãe eu sei que Deus não abre mão de mim não, EU TENHO UM CHAMADO!”

  • 1 banana descascada, cortada em 4, tirada do freezer
  • 150 ml de leite
  • 1 colher (sopa) de mel
  • 4 colheres (chá) de ovomaltine
  • 1/2 colher (chá) de pó para café instantâneo

Coloque os ingredientes no liquidificador e bata para misturar bem. Sirva num copo alto.

*Fonte – Livro Nigella Express

Garden Muffins

Image and video hosting by TinyPic

Essa receita saiu das mãos de uma pessoa muito especial e doce, a querida Ana que pilota esse fogão AQUI! A receita também foi executada por outra pessoa que sou fã, admiradora mesmo , a doce Akemi! Aí fiquei pensando feito pela Ana e depois por Akemi não tem dúvida vai ser sucesso e foi realmente isso que aconteceu. Esses muffins são ótimos para um lanche a noite num dia de calor como o que fez ontem.

  • 1 xícara (chá) de farinha de trigo
  • 1 xícara (chá) de fubá
  • 1 colher (sopa) de açúcar
  • 1/2 colher (chá) de sal
  • 2 colheres (chá) fermento em pó
  • 1/4 xícara (chá) de parmesão ralado
  • 1 ovo grande
  • 3/4 xícara (chá) de leite
  • 1/4 xícara (chá) de óleo
  • 2 colheres (sopa) de manteiga derretida
  • 1 tomate sem sementes picado
  • 1/4 de cebola picada
  • 1 pimentão vermelho pequeno picado
  • Alguns buquês de brócolis rapidamente aferventados
  • 1/2 cenoura ralada no ralo grosso
  • Algumas azeitonas verdes picadas
  • Salsinha picada
  • Queijo ralado extra para polvilhar

Pré-aqueça o forno a 190 graus. Unte e polvilhe com fubá as forminhas para muffins ou forre com forminhas ou papel manteiga. Numa vasilha, coloque a farinha, o fubá, o açúcar, o fermento, o sal e o queijo ralado. Misture tudo. Em outra vasilha , bata o ovo com leite, o óleo e a manteiga. Despeje na vasilha com os ingredientes secos e junte os legumes. Misture tudo apenas o suficiente para agregar os ingredientes e distribua nas forminhas de muffins. Polvilhe o queijo ralado por cima e leve para assar por 25-30 minutos até ficarem levemente dourados. Sirva morninho.

* A xícara utilizada tem medida de 240 ml
* Os legumes podem ser substituídos por outros que você tiver em casa

Image and video hosting by TinyPic

*Fonte – Receita retirada do blog da Ana você pode conferir aqui.
*Fonte – Receita feita por Akemi pode conferir aqui.

Risoto com cebola branca doce

Image and video hosting by TinyPic

Minha inspiração para esse risoto veio do meu livro A Itália de Jamie, eu pegei a receita de risoto clássica dele e juntei com outra e tive esse resultado que no final me deixou bastante feliz. Essas cebolas podem acompanhar muito bem uma carne assada, são realmente delíciosas.

Risoto:

  • 1 litro de caldo de legumes
  • 2 colheres (sopa) de azeite extra virgem
  • 1 colher (sopa) de manteiga
  • 1 cebola grande (passei no processador)
  • 2 dentes de alho picados finamente
  • 1/2 cabeça de aipo (passei no processador)
  • 300 g de arroz arbóreo
  • 2 taças de vinho branco seco ou de vermute branco seco
  • Sal e pimenta reino à gosto
  • 70 g de manteiga gelada
  • 120 g de queijo parmesão ralado na hora

Cebolas:

  • 3 cebolas brancas grandes
  • Papel alumínio para embalar individualmente cada cebola

Numa panela de fundo grosso (eu utilizei uma panela de pedra sabão), aqueça o azeite e a colher de manteiga. Adicione a cebola, o alho e o aipo (salsão) e deixe doura levemente. Quando os vegetais estiverem tenros, acrescente o arroz e aumente o fogo. O arroz começará a fritar levemente, portanto continue a mexer. Após 1 minuto, ele ficará um translúcido. Adicione o vinho ou vermute, sem parar de mexer – o aroma é fantástico! Quanto o vermute ou vinho for absorvido pelo arroz, acrescente a primeira concha de caldo quente e uma boa pitada de sal. Abaixe o fogo para que a parte externa de arroz não cozinhe muito rapidamente. Continue adicionando conchas de caldo – não pare de mexer para que o amido do arroz vá se soltando e ir deixando o arroz bem cremoso, esperando que cada concha de caldo seja absorvida antes de despejar a próxima. Isso levará +/- uns 15 minutos. Experimente para checar se o arroz está cozido. Se não estiver, continue a acrescentar caldo até que fique tenro, mas com uma leve consistência. Não se esqueça de ajustar o tempero cuidadosamente. Se o caldo acabar antes do arroz cozinhar, ponha um pouco de água fervente. Retire a panela do fogo e adicione a manteiga gelada e o parmesão. Misture bem. Tampe a panela e deixe descansar por 2 minutos.

Para as cebolas: Embale cada uma individualmente com papel alumínio e leve ao forno a 150 graus e asse por 1 hora. Ao retirar do forno, tire a casca da cebola e sirva por cima do risoto.

Montando o prato – Coloque o risoto no prato a cebola doce por cima e regue generosamente com um bom azeite.

Fonte – Inspirado no livro A itália de Jamie

Cookie triplo de chocolate da Nigella

Image and video hosting by TinyPic

Sei que outros blogs também ja fizeram essa receita, mas como eu acredito que cada um tem uma opinião sobre a receita eu resolvi postar aqui, achei os cookies realmente muito bons, foi sem dúvida a melhor receita de cookie de chocolate que já fiz. O que achei mais legal é o fato de congelar super bem. Moldei os cookies na assadeira e levei ao freezer, depois de duas horas retirei a assadeira do freezer , recolhi os cookies e coloquei num saco plástico próprio para congelamento e devolvi o saquinho recheado de cookies ao freezer. Quando quiser basta levar os cookies ainda congelados ao forno. Dessa maneira tão prática sempre vai ter uma delícia para receber uma amiga no meio da tarde ou até de surpresa para tomar aquele café ou chá, isso não é legal?!

  • 125 g de chocolate amargo com 70% de cacau
  • 150 g de farinha de trigo
  • 30 g de cacau, peneirado
  • 1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
  • 1/2 colher (chá) de sal
  • 125 g de manteiga em temperatura ambiente
  • 75 g de acúcar mascavo peneirado
  • 50 g de açúcar
  • 1 colher (chá) de essência de baunilha
  • 1 ovo, ainda gelado
  • 350 g de chocolate meio-amargo em gotas ou pedacinhos

Preaqueça o forno a 170 graus. Derreta o chocolate amargo no microondas ou em banho-maria. Numa tigela, misture a farinha, o cacau, o bicarbonato de sódio e o sal. Em outra tigela, bata a manteiga, o açúcar mascavo e o açúcar comum. Junte o chocolate derretido e misture bem. Para bater eu utilizei como a Nigella a ajuda do mixer. Ainda batendo, junte a essência de baunilha e o ovo gelado. Misture os ingredientes secos que estavam reservados e, por fim, acrescente o chocolate picado. Forme 12 cookies- a melhor maneira é usar uma colher de sorvete para pegar a massa- e coloque-os numa assadeira forrada com papel manteiga, com um espaço de cerca de 6cm entre cada biscoito. Nao nivele a massa. Asse por 28 minutos.Teste com um palito para ver se a massa está assada; o palito não pode sair molhado. Se por acaso você espetar um pedaço de chocolate, tente de novo. Deixe os cookies esfriarem na própria assadeira por 4 a 5 minutos, depois transfira-os para uma grade, para que endureçam à medida que esfriam.

*Fonte – Livro Nigella Express

Salada de mamão com abacate

Image and video hosting by TinyPic

Quando fiz a salada do chef (da Nigella) postada logo abaixo, sobrou um pedaço de abacate e como a ordem aqui é não deixar estragar nenhum alimento, logo saiu essa outra salada que é bem fresca e bastante saborosa, acompanha super bem um galeto assado. Eu gosto muito de fruta em saladas, mas no caso do abacate eu acho ainda mais encantador pois ao morder os pedaços de abacate sinto aquela explosão de sabor pois ele pega bem o tempero da salada.

  • 1 mamão papaia em pedaços
  • 1/2 abacate cortado em lascas
  • 1/2 cebola picadinha
  • Salsinha e cebolinha
  • 1 pimenta dedo de moça sem sementes picadinha
  • Azeite extra virgem, limão e sal

Coloque as frutas picadas numa vasilha e junte a cebola, salsinha, cebolinha e pimenta e reserve. Num outro recipiente coloque o azeite, limão, sal e bata bem para que fique bem emulsionado (eu utilizo um vidrinho para fazer isso), depois basta juntar esse molho as frutas e servir.