CHAMADA!!!!

Image and video hosting by TinyPic

Leitoras queridas do estado de Goiás, estou chegando. Na próxima semana já estarei na minha linda e idolatrada, salve-salve terrinha. Vou dividir meus dias de férias entre algumas cidades do estado como: Goiânia, Caldas Novas, Brasilia, Jataí e por aí vai. Se tiver alguém afim de bater um papo, trocar figurinhas e dar um abraço é só me mandar um email nesse endereço: elianascaramal@gmail.com e combinamos tudo direitinho!

*imagem retirada na net- Getty imagens

Pão doce de laranja

Image and video hosting by TinyPic

O frio voltou a aparecer em Sampa, e eu assim determinada a esvaziar a geladeira pois vou viajar no final da semana e tinha lá meia latinha de leite condensado então pensei hoje está um dia perfeito para ligar o forno e aquecer meu pequeno cafofo, e de quebra perfumá-lo com um cheirinho cítrico e depois me sentar e tomar um chá. Então fiquei pensando, e tive a idéia de pegar a receita do forrobodó e transformar nessas pequenas tranças docinhas para acompanhar meu chá de canela. Antes de começar a fazer a massa já tratei de ligar o forno e aquecer minha cozinha (nesse momento me lembrei de quando era criança e morava na fazenda, nos dias mais frios usavamos o fogão de lenha para nos aquecer), e aí com uma musiquinha tocando e o calorzinho do forno se espalhando pela cozinha comecei a fazer meu pão doce, para crescer eu abafei com um paninho limpo e deixei por cima do fogão pois o mesmo estava quentinho por conta do forno ligado. A receita da massa você pode conferir aqui! E eu utilizei apenas 2 ovos para fazer meia receita e também coloquei raspinhas de casca de laranja na massa, e para cobertura eu utilizei um pouco de açúcar de confeiteiro e fui pingando suco de laranja aos poucos até ficar numa consistência pastosa (não deve ficar líquido), depois dos pãezinhos totalmente frios eu passei a cobertura e deixei secar.

Batata-doce assada com mel

Image and video hosting by TinyPic

Mais uma receitinha em ritmo de festa junina, pois por aqui já tem bolo de fubá salgado, bolo de fubá, canjica, sorvete de paçoquinha e mais outras coisinhas típicas desse mês festeiro. E essa batata estava na minha lista a muito tempo, eis que algumas semanas atrás o filho de uma amiga fez aniversário e ela logo pensou em fazer uma festa junina para comemorar, e eu me lembrei dessa receita que estava guardada e imediatamente passei para ela, ela fez e logo fui eu experimentar antes mesmo da festa acontecer, e levei um susto pois a receita que eu pouca bola dei e ficou tanto tempo guardada era um tesouro, fiquei tentando me lembrar de uma receita que tenha feito com batata-doce que tenha ficado tão boa quanto essa, e realmente passei semanas com isso na cabeça e cheguei a conclusão que não tem, essa ganhou em disparado a lista enorme de receitas com batata-doce já produzida em meu cafofo. Uma casca sequinha e adocicada e por dentro um creme de batata, bem macia! Essas foram as palavras que achei para definir a textura dessa batata.

  • 6 colheres (sopa) de manteiga
  • 4 colheres (sopa) de mel
  • 1 colher (chá) de suco de limão
  • 1 q de batata-doce, sem casca, cortada em pedaços
  • 1 pitata de pimenta-do-reino branca
  • 1 pitada de sal
  • Folhas de salvia para decorar

Aqueça o forno em temperatura média. Arrume os pedaços de batata-doce em um refratário médio e reserve. Numa panela pequena, misture a manteiga com o mel o suco de limão e leve ao fogo médio, mexendo às vezes, até a menteiga derreter. Derrame essa mistura sobre a batata e tempere com o sal e a pimenta. Leve ao forno, mexendo às vezes, por 50 minutos ou até que a batata doure e fique macia. Decore com a sálvia fresca.

*Fonte: Revista Claudia Cozinha

Abóboras Amassadas

Image and video hosting by TinyPic

Acho que todos tem notado que ando fazendo várias receitinhas retiradas dos blogs queridos, se segurem porque ainda vão ver mais, a lista é enorme. O fato é que ao final dessa maratona eu vou explicar o motivo dessas postagens. Esse frango fez um sucesso enorme aqui em casa, o marido de pouquinho em pouquinho deixou a travessa vazia. A tempos não falo com a dona desse blog que me parecer ser uma moçinha bem jovem e comigo sempre foi um docinho, espero de verdade que logo ela consiga voltar a postar com mais frequência pra mim os blogs são lindas revistas eletrônicas de receitas e eu gostaria que todos sem tirar nenhum não abandona-se esse vício de blogar. Para ver a receita dela com fotos é só olhar aqui!

  • Um frango assado de televisão de cachorro (quem preferir pode cozinhar um peito de frango, temperando como quiser, eu utilizei o peito de frango)
  • 1 pacote de Creme de Cebola (Knorr ou Maggi)
  • 1 lata de milho em conserva
  • 1 medida da lata de milho de água
  • 1 lata ou caixinha de creme de leite
  • 200g de queijo mussarela
  • Queijo Parmesão a gosto
  • Batata palha a gosto

Modo de preparo

Parte 1
Desfie o peito de frango e reserve. No liquidificador misture uma lata de milho, mais uma medida da mesma lata de água e o pacote de Creme de Cebola. Leve a mistura ao fogo até ferver e tomar corpo. Pode adicionar salsinha picada se quiser (eu usei e ficou muito bom).
Assim que estiver grossinho o molho, acrescente o frango desfiado e deixe ele pegar um gostinho e também passar o sabor para o creme, depois disso acrescente o creme de leite e desligue o fogo passe para a montagem do prato.

Parte 2
Em um refratário você irá montar o prato em camadas. Uma camada de creme, outra de queijo mussarela respectivamente até a última camada, que terá uma belíssima cobertura de queijo parmesão. Forno pré-aquecido em duzentos graus, assim que o creme borbulhar e o queijo gratinar, retire do forno, cubra com batata palha e sirva a seguir, o meu foi acompanhado de arroz e salada de folhas.

Image and video hosting by TinyPic

Chocolate brownie cookies

Image and video hosting by TinyPic

Quando coloquei os olhos nessa receita na cozinha da Bia já pensei no meu Rapha, e não deu outra o menino sapeca adorou os cookies de chocolate da querida Bia. Os meus é fato não ficaram como os dela, mas também é fato que fizeram sucesso e são realmente delíciosos. Bia querida sua cozinha é uma inspiração pra mim, e você minha amiga é um luxo total! A receita na integra você pode encontrar aqui!

1 xicara de gotas de chocolate
85 g de chocolate amargo (eu utilizei meio amargo)
1/3 xícara (chá) de azeite
1 xícara (chá) de farinha de trigo
1/4 xícara (chá) de farinha de trigo integral
1/2 colher (chá) de sal
1 1/2 colher (chá) de fermento em pó
3 ovos
1 xícara (chá) de açúcar
2 colheres (sopa) de nescafé (eu utilizei cacau no lugar)
2 colheres (sopa) de extrato de baunilha
1 xícara (chá) de nozes picadas (não utilizei)

Pré-aquecer o forno em 175°C.Colocar numa panela o chocolate com o azeite e esquentar até derreter. Deixe esfriar.Misture as farinhas com o sal e o fermento.
Combine os ovos com o açucar, o café e o extrato de baunilha. Bata até que a mistura fique cremosa. Junte, sem parar de bater, o chocolate derretido. Bata até que tudo esteja bem agregado.
Junte os ingredientes secos, misture o suficiente para combinar. Junte as nozes, misture.
Coloque porçoes de colheres de cha bem cheias em placa forrada com papel manteiga.Asse 9 a 10 minutos.

*Eu não utilizei as nozes pois meu filho tem alergia de castanhas misturas à chocolate.

Sorvete de paçoquinha

Image and video hosting by TinyPic

Em rítimo de festa junina e super animada com minha sorveteira, resolvi fazer esse sorvete que na verdade foi uma mistura de um príncipio base dos sorvetes da Fabrícia e mudando apenas o sabor, que saíu de minha cabeçinha. Então vou deixar aqui as medidas logo antes que eu mesma esqueça (risos). Esse sorvete é realmente muito gostoso. Esse final de semana o meu outro filhote veio dormir com o Rapha e dois foram categoricos em dizer que esse sorvete começava a fazer parte da lista dos sorvetes mais gostosos da listinha deles.

  • 150 ml de leite integral
  • 250 ml de creme de leite
  • 220 g de cream cheese
  • 3 paçoquinhas
  • 2 colheres (sopa) de açúcar
  • 250 g de manteiga de amendoim
  • 2,5 ml de extrato de baunilha

Eu apenas bati tudo muito bem no liquidificador e fui colocando na sorveteira (a mesma já deve estar ligada), deixei batendo por 30 minutos e depois levei ao freezer.

Pão sovado

Image and video hosting by TinyPic

Quem se lembra do pão sovado?! Quando era criança comi muito desse pão, nem sei bem o porque mas sempre que deparo com pão sovado me lembro de uma tia que tenho paixão por ela, minha tia Amélia, que tem nome de mulher submissa mas tem atitudes de mulher moderna, sem em momento algum perder a doçura. Esse pão me traz boas lembranças!