Risoto de Vinho Barolo e Paio

risoto

Frio e risoto para comer na cumbuca e se sentir abraçado, porque carinho é tudo nessa vida né gente?! Quando o tempo refresca e começa o friozinho eu já gosto de fazer comidinhas mas quentes e mas calóricas também, são comidas que confortam e faz qualquer dia terminar feliz. Aqui no blog tenho inúmeras receitas de risoto e basta colocar na busca e vai encontrar muitos sabores diferentes e com certeza algum que te agrade, amiga não deixe de fazer um jantar gostoso e mimar sua família por conta frio, pois nesses dias uma comida quentinha é igual a um abraço.

100 g de paio sem pele e cortado em meia lua / 30 ml de azeite / 80 g de cebola branca bem picadinha /160g de azeitonas verdes picadas/ 50g de manteiga/ 350 g de arroz carnaroli/50ml de vinho branco seco/ 500ml de caldo de legumes/ 350 ml de vinho tinto Barolo/ 50g de parmesão ralado de boa qualidade.

Em uma frigideira, refogue o paio com metade do azeite e metade da cebola. Reserve a cebola e a linguiça. Nessa mesma frigideira, aqueça o restante do azeite e junte a cebola que sobrou. Assim que dourar, coloque o arroz. Misture bem e adicione o vinho branco. Quando evaporar, junte o caldo de legumes aos poucos e vá mexendo seguidamente. Coloque mais caldo à medida que o arroz for secando. Passados 10-12 minutos, incorpore a linguiça refogada com cebolas da primeira leva, as azeitonas e o vinho tinto Barolo. Ajuste o sal e a pimenta. Após 2 ou 3 minutos, retire do fogo, acrescente a manteiga e o parmesão e misture bem. Sirva quente.

Anúncios

Costelinha *Delirium

costelinha

Bom em um domingo qualquer eu acordo com uma vontade de cozinhar com uma cerveja artesanal, e na busca por receitas e com a grande ajuda de duas pessoas muito queridas para mim, o marido e minha querida e idolatrada amiga Valentina – se não conhece o blog dela que é luxo puro, basta clicar em cima do nome e vai cair dentro da maravilhosa cozinha da Valentina – então acabamos encontrando essa receita e ela com toda a paciência me ajudou com os ajustes de medidas e depois de modificar daqui e dali ela se tornou a costelinha queridinha da casa e fazer é assim mamão com açúcar em meu povo.

Coloquei em assadeira um quilo de costelinha de porco e somei um pouco de vinagre (para tirar as mágoas da carne), depois no pilão coloquei alho, sal grosso, pimenta caiena, uma colher de chá de erva doce (que foi previamente torrada em fogo baixo – processo que perfumou o apartamento todo e me deixou totalmente encantada) e sofri todos esse temperos até que fique uma pasta que somei com 60ml de maple e aí temperei toda a costelinha, coloquei 300ml de cerveja Belgiun Strong ale e levei ao forno médio até que ficasse dourada e caramelizada. Servi com um perfeito risoto de limão siciliano (se precisar da receita do risoto é só colocar na busca).

Obs – A cerveja que eu utilizei foi a Delirium tremens e por isso dei esse titulo a receita.

 

Um risoto maravilhoso e uma foto ruim

risoto

Calma me povo eu bem sei que a foto está assim o ÓÓÓ do borogodó – mas o risoto estava tão bom, mas tão bom que resolve postar assim mesmo e não deixar mais essa perdida no fundo do baú ou melhor dos arquivos. E olha tem segredo nenhum, basta digitar na busca risoto e vai encontrar o modo de preparo fácil fácil – nesse eu utilizei um bom e honesto caldo de legumes, vinho branco e no final já com o fogo desligado eu adicionei rapas de limão siciliano e o suco do mesmo, adicionei parmesão ralado um bom naco de manteiga e uma regada generosa de azeite e pronto – comida sem segredos.

Risoto ao pomodoro com mussarela de bolinha

pomodoro

Risoto = Paixão, adoro! Sempre tenho uma lata de tomate pelado a espera de ser utilizada no armário e com um pacotinho de mussarela de bolinha em mãos não pensei duas vezes, coloquei minha panela de pedra sabão no fogo e depois de bem aquecida comecei o processo – que pra mim é relativamente simples visto que gosto de estar em companhia das panelas, pois o risoto requer somente isso, companhia, alguém que tire seu tempo para estar ao seu lado mexendo-o sem parar para ativar ainda mais o amido do arroz e ficar bem cremoso e o brilho fica no final por conta de um bom naco de manteiga.

Para a receita : 360g de arroz carnaroli – 1/2 cebola picada – 2 dentes de alho picados – 2 colheres (sopa) de azeite – 200ml de vinho branco -4 tomates picados (ou uma lata de tomates pelados picados) – 2 litros de caldo de legumes – 2 colheres (sopa) de manteiga – 1 xícara (chá) de parmesão ralado – 1 xícara (café) de manjericão picado – Mussarela de bolinha picadas.

Para o preparo : Coloque duas colheres de sopa de azeite para aquecer na panela e some a cebola o alho e arroz, refogue sem deixar nada dourar, apenas murchar a cebola o alho e o arroz pegar esses sabores e neste momento some 200ml de vinho branco seco, e vai mexendo até evaporar, some então a sua lata de tomate pelado ou seus tomates picados, e comece aos poucos colocar o caldo, e vai mexendo colocando o caldo até que o arroz fique ao dente, com o arroz já no ponto, some a manteiga e mexa bem, junte o parmesão o manjericão (o meu eu preferi levar as folhinhas a mesa e colocar direto no prato sobre o risoto quente), coloque os pedacinhos de mussarela bolinha e regue mais um bom fio de azeite e sirva em seguida pois o risoto não espera ninguém a gente é que o espera.

*Considerações : essa receita é feita com mussarela de búfula, mas eu utilizei a mussarela de bolinha que era o que tinha em mãos no dia.

*Fonte : Delícias de Claudia – livro

Risoto de forno com cogumelos frescos

 

risoto de forno cópia 2

  • Com o propósito de facilitar cada vez mais a vida neste lar doce lar, venho passando por cima de algumas regras que antes pra mim eram essencias e hoje já nem tanto – eu sei que o risoto tem seu ritual que é longo e por vezes cansativo pois te prende ali a beira do fogão, mas o resultado é incrível eu sou doida pelos risotos – mas com a rotina tão modificada esse tempo para estar a beira do fogão totalmente livre só por conta de mexer minha bela panela de ferro e ver sair de lá um belo e cremoso risoto, já não existe mais com tanta frequência e isso foi determiante para que eu repensa-se meus conceitos e enfim começar a fazer o famoso risoto de forno e digo famoso porque a muito eu vejo receitas do mesmo pipocando pela internet e tem duas coisas que não posso negar; é prático e bem gostoso e sendo assim eu acho que vale muito a pena.

Para fazer o mesmo eu utilizei:

2 xícaras (chá) de arroz arbório/ 1.250ml de caldo de legumes/ 60g de manteiga sem sal/1 xícara (chá) de cogumelos frescos picados/ 1 xícara (chá) de parmesão ralado/sal e pimenta do reino moídos na hora/para finalizar usei azeite honesto.

Numa assadeira coloquei o arroz, caldo, os cogumelos picados e a manteiga – misturei bem e tampei bem com papel alumínio e levei ao forno preaquecido a 180graus por 30mts. Esse tempo foi certinho no meu forno, quando retirei o papel não tinha mais liquido e eu apenas acrescentei o parmesão, azeite e acertei o sal e por fim dei um toque com a pimenta moída na hora – uma boa misturada para torná-lo bem cremoso e como num passe de mágica surgiu enfim meu delícioso risoto.

risoto de cogumelo cópia 2

 

 

 

 

 

 

Risoto com presunto de parma

Image and video hosting by TinyPic

Risoto uma relação de amor sem fim – Essa relação somada a um friozinho, um bom vinho e uma ótima companhia é realmente perfeito.

Para fazer o esquema de sempre, basta colocar na busca a palavrinha mágica “risoto” e vai encontrar o passo a passo. Neste a única diferença foi o uso do presunto de parma cortado em tiras e uma generosa quantidade de alho poró que foi suado no azeite junto com o presunto, somei 2 xícaras de arroz arbório uma taça de vinho branco e só depois comecei a adicionar o caldo de legumes que fui colocando aos poucos até atingir o ponto do cozimento do arroz, que deve ser “al dente” – então finalizei com uma colher generosa de manteiga outra de queijo cremoso e um toque de parmesão ralado na hora. Eis que tive um jantar cremosinho e quentinho para aquecer as barriguinhas do eleitorado.

Risoto de limão

Image and video hosting by TinyPic

O tempinho agora permite uma chama a todo vapor e até mesmo um forno bem quentinho e isso significa que esta aberta a temporada de risoto, sopas, caldos, creminhos, pães e bolinhos e isso também quer dizer que minha casa volta a ficar perfumada com cheirinho que exala da minha pequena e preciosa cozinha o que faz meu filhote mais velho por vezes vim correndo do seu quarto perguntar assim ; Mamãe o que você está fazendo na cozinha? Que cheiro bom! rs

  • 60 g de manteiga
  • 1 cebola média bem picadinha
  • 1 colher (sopa) de azeite de oliva
  • 300 g de arroz para risoto
  • 1 litro de caldo de legumes
  • raspa da casca e suco de 1/2 limão-siciliano
  • 1 gema de ovo
  • 4 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado, mais um pouco para polvilhar
  • 4 colheres (sopa) de creme de leite com alto teor de gordura
  • Sal e pimenta-do-reino moída na hora – de preferência branca

Aqueça numa panela de fundo pesado metade da manteiga, o azeite e deixe a cebola suar, tomando cuidado para essa cebola não pegar no fundo da panela (não deixar dourar). Coloque o arroz, mexendo para ficar bem impregnado com a manteiga e o azeite de oliva. Enquanto isso, aqueça o caldo em outra panela e o mantenha em fogo brando. Ponha uma concha de caldo no arroz e mexa até o caldo ser absorvido. Junte outra concha e mexa outra vez. Vá repetindo e continue a mexer até o arroz ficar al dente. Talvez não seja necessário usar todo o caldo, mas pode ser também que ele não seja suficiente, e então você terá de completar com água quente. Com o arroz já no ponto, junte as raspas de limão ao risoto. Em uma tigela pequena, bata a gema o suco de limão, o queijo parmesão, o creme de leite e a pimenta. Com o risoto pronto – tire do fogo e junte a mistura de ovo e limão, o resto da manteiga corrija o sal. Sirva regado com azeite e polvilhado com queijo parmesão.

*Fonte – Nigella Bites