Muffins de integrais ou não de banana

muffin de banana com chocolate copia 2

Estou pra sair de viagem de férias e consumindo tudo que tenho em casa para não deixar nada se perder – e foi ao avistar umas bananas na fruteira que imaginei fazer esses muffins que seriam integrais mas quando abri o pote de farinha integral o mesmo estava vazio e eu sem nem uma vontade de sair para comprar um pacote de farinha integral, resolvi fazer a receita só com a pobre farinha branca. O fato é que fica muito bom dos dois jeitos visto que essa não é a primeira vez que faço essa receita e pela praticidade e o fato de não precisar sujar a batedeira eu caio de amores pelos muffins. Eu vou colocar a receita utilizando a farinha integral se você não tiver a mesma ou não quer fazer com a mesma é só colocar a mesma quantidade de farinha branca.

  • 150g de farinha de trigo integral
  • 150g de farinha de trigo branca com fermento
  • 1 colher (chá) de fermento
  • 1/2 colher (chá) de sal
  • 125g de açúcar
  • 3 bananas grandes maduras e amassadas
  • 1 ovo batido
  • 75ml de água
  • 75ml de óleo de girassol
  • 75g de passas ou chocolate meio amargo picado

Peneire as duas farinhas, o fermento e o sal numa tigela grande. A seguir, junte o açúcar. A parte misture a banana, o ovo, a água e o óleo e despeje sobre os ingredientes secos, mexendo com auxilio de garfo até formar uma massa. Incorpore as passas ou o chocolate. Forre 12 fôrmas para bolinho com forminhas de papel e encha 2/3 delas com a massa. Em forno preaquecido a 180 graus por 20-25 mts, até crescerem e retomarem o tamanho quando pressionados. Deixe esfria sobre uma grade de biscoitos.

Fonte – Livro 200 receitas especiais para crianças

Anúncios

Farofa de banana

farofa da carlota cópia 2

Desde que essa farofa de banana da Carla Pernambuco entrou na minha cozinha – ela virou a receita oficial. Fritar os cubinhos de banana faz de verdade toda a diferença e esses pequenos detalhes é que me faz morrer de amores pela cozinha dessa figurinha que hoje dá vida ao restaurante ” contemporâneo Carlota” e ao ” Las Chicas”.

Para executar a receita eu utilizei: Um fio de azeite e uma boa colherada de manteiga, nessa misturinha eu dourei 4 fatias de bacon cortadinho em tirinhas, juntei um dente de alho picadinho, uma cebola roxa picada, os cubos de 4 bananas da terra já pré fritinhos e somei então farinha de milho – nesse momento acrescentei pimenta moída na hora e fiz a correção do sal. E aí é só levar a mesa e aguardar os elogios.

Refogadinho com molho teriaki

isca com champinhon copia 2

Não tem desculpa para não fazer uma comidinha em casa e a prova disso é a transformação que tenho feito na minha cozinha para aproveitar os dias ensolarados a beira da piscina. Esse almoço é daqueles que se faz num passe de mágica e se você já não deixou uma linda salada pronta antes ir para piscina pode cancelar a salada e deixar apenas alguns legumes picadinhos e as tirinhas de carne picadas e temperadinhas – quando chegar em casa é só lançar mão de sua wok (eu amo a minha wok) e fazer esse refogadinho. A preciso dizer que tenho uma panela elétrica de arroz a bichinha trabalha como escrava neste humilde lar.

Na cestinha vai precisar:

  • 400 g de filé mignon suíno (mais pode ser qualquer carne macia de sua preferência)
  • 1 cebola média em tirinhas
  • 1/2 bandeja de cogumelos frescos cortados em laminas
  • 1 vidro de molho teriaki pronto
  • 1 fio de azeite para dourar a carne
  • Cebolinha cortadinha para polvilhar depois de pronto

Aqueça bem a wok, coloque um fio de azeite e doure a carne (que foi temperada com alho, pimenta moída na hora e um toquinho bem levinho de sal), depois de dourada coloque os cogumelos frescos e a cebola e deixe que os mesmos cozinhe – junte o molho teriaki e deixe apenas aquecer – tire do fogo e polvilhe com cebolinha. Eu servi com salada e gohan.

Obs: Se você preferir pode fazer com legumes cortadinhos – basta depois de dourar a carne juntar os legumes e salteá-los (não é legal deixá-los muito cozidos), junte o molho teriaki e sirva.

Rabanadas de Forno

rabanadas de forno cópia 1

Esse ano a grande descoberta ficou mesmo por conta da rabanada de forno, eu sou doida – enlouquecida por rabanadas, por outro lado não curtia muito fazer, pois fritar o pão já carregado daquela calda adoçicada e e depois coroá-lo com uma bela chuva de açúcar e canela sempre me fazia repensar na execução da receita e esse era meu freio – no entanto depois de ver essa versão meus olhinhos brilharam isso pra não dizer que as lombriguinhas ficaram a toda e resolveram tomar conta do meu ser – até que eu executa-se a receita.

  • 1 pão para rabanada
  • 500 ml de leite integral
  • 1 lata de leite condensado
  • 2 ovos batidos
  • Açúcar e canelas misturados para polvilhar a gosto

Preparo – Com uma faca de serra corte o pão em fatias de +/- 1cm de espessura e reserve. Em uma tigela coloque o leite, leite condensado e os ovos batidos e misture bem. Mergulhe as fatias de pão nessa mistura molhando bem mas mantendo as fatias firmes. Arrume essas fatias de pão numa assadeira untada com bastante manteiga e polvilhada com açúcar e canela misturados a gosto. Leve ao forno pré-aquecido a 180graus por 30mts. Vire as rabanadas e volte novamente ao forno por 10mts. Retire do forno e passe as rabanadas no açúcar com canela misturados a gosto.

*Enquanto eu tirava as fotos para ilustrar um post – um certo menininho esperava ansiosamente para “roubar” uma rabanada do prato.

rabanadas de forno 1 cópia 2

Fonte: Programa Mais Você

Risoto de forno com cogumelos frescos

 

risoto de forno cópia 2

  • Com o propósito de facilitar cada vez mais a vida neste lar doce lar, venho passando por cima de algumas regras que antes pra mim eram essencias e hoje já nem tanto – eu sei que o risoto tem seu ritual que é longo e por vezes cansativo pois te prende ali a beira do fogão, mas o resultado é incrível eu sou doida pelos risotos – mas com a rotina tão modificada esse tempo para estar a beira do fogão totalmente livre só por conta de mexer minha bela panela de ferro e ver sair de lá um belo e cremoso risoto, já não existe mais com tanta frequência e isso foi determiante para que eu repensa-se meus conceitos e enfim começar a fazer o famoso risoto de forno e digo famoso porque a muito eu vejo receitas do mesmo pipocando pela internet e tem duas coisas que não posso negar; é prático e bem gostoso e sendo assim eu acho que vale muito a pena.

Para fazer o mesmo eu utilizei:

2 xícaras (chá) de arroz arbório/ 1.250ml de caldo de legumes/ 60g de manteiga sem sal/1 xícara (chá) de cogumelos frescos picados/ 1 xícara (chá) de parmesão ralado/sal e pimenta do reino moídos na hora/para finalizar usei azeite honesto.

Numa assadeira coloquei o arroz, caldo, os cogumelos picados e a manteiga – misturei bem e tampei bem com papel alumínio e levei ao forno preaquecido a 180graus por 30mts. Esse tempo foi certinho no meu forno, quando retirei o papel não tinha mais liquido e eu apenas acrescentei o parmesão, azeite e acertei o sal e por fim dei um toque com a pimenta moída na hora – uma boa misturada para torná-lo bem cremoso e como num passe de mágica surgiu enfim meu delícioso risoto.

risoto de cogumelo cópia 2

 

 

 

 

 

 

Lanche filé mignon suíno

lanche de porco cópia2

 

Férias na casa da D. Baratinha e por aqui em tempos de preguiça rola alguns lanchinhos e esse entrou para top list da casa. Tudo que precisa um bom pão para hamburguer – a quantidade necessária de filé mingnon suíno cortadinho em tiras e temperados a gosto ( eu uso, sal, alho, pimenta e um toque de limão), queijo prato, uma saladinha que pode ser alface e tomate ou rúcula e tomate, um pouco de molho barbecue que pra ser totalmente férias e express eu já comprei pronto. Então agora vamos montar tudo isso da seguinte maneira: Pegue uma frigideira de fundo pesado e regue um fio de óleo vegetal – deixe aquecer bem e doure suas tirinhas de carne depois das mesmas bem bronzeadinhas, repouse o queijo por cima e abafe – para que o mesmo derreta por completo. Abra seu pão, coloque um pouco da carne com queijo, um pouco da salada e regue com o molho barbecue, feche o lanche e sirva. Prático e delícioso!