Lula empanada e breja gelada

lula

Lulas empanadas e sequinhas e uma breja gelada dá de verdade um ótimo casamento – tenho sempre comigo um episódio do programa da Nigela em que ela empana lula e outras delicinhas para acompanhar uma bebida em uma tarde de verão, não sei bem porque mas ficou marcado pra mim. Sei bem que estamos só iniciando a semana e esse seria um bom post para terminar a semana pois combina com um dia de preguiça, um dia para curtir um almoço tardio com a família ou mesmo estar entre amigos – mas ao olhar essa foto fiquei com muita vontade de dividir essa dica com vocês.

Na cestinha – 500g de anéis de lula que temperei com sal, pimenta moída na hora e um toquinho de limão e reservei. Coloquei leite em uma tigelinha, Farinha de trigo em outra e por fim coloquei em uma terceira vasilha um pouco de panko. Passei um a um os anéis de lula, primeiro na farinha de trigo, depois no leite e por último no panko e depois de tudo prontinho fritei em óleo quente. Deixe escorrer e sirva com limão ou molhinho de sua preferência.

Obs – A farinha de trigo eu temperei com um toquinho de sal e pimenta moídos na hora. Super importante seguir essa ordem para empanar.

Anúncios

Iscas de peixe com maionese temperada

peixe

Essa receita saiu aqui na minha cozinha para participar dos 15 anos do Panelinha – Nem preciso dizer que *adorrrrô a Rita né?! E sendo assim o Feijão não poderia ficar de fora dessa linda festa, ainda falta duas receitas que posto no decorrer dos dias – minhas considerações sobre o peixe da diva; feito no forno já é o céu e com sabor incrível não carece muito esforço para eleger a receita como queridinha – fica sequinho e muito, muito saboroso, acompanha super bem a caipirinha ou cerva gelada do final de semana – e se quiser comer de maneira mais saudável também é uma ótima pedida para acompanhar o uma massa que ao sair quente da panela só necessita um pouco de manteiga e um tantinho de parmesão e nesse caso você elimina a maionese e pronto o almoço já pode ir pra mesa.

Para as iscas

Ingredientes

600 g de peixe branco (como congrio)
caldo de 1 limão cravo
2 ovos
1 xícara (chá) de farinha de trigo
2 xícaras (chá) de farinha de mandioca flocada, tipo biju
4 colheres (sopa) de azeite
sal e pimenta-do-reino moída na hora

Modo de Preparo

1. Preaqueça o forno a 200 ºC (temperatura média). Forre duas assadeiras retangulares com papel-alumínio e, com um pincel, unte cada uma delas com 2 colheres (sopa) de azeite. Reserve.

2. Corte os filés em tiras de 2 x 8 cm e transfira para um recipiente. Tempere com o caldo de limão, sal e pimenta-do-reino moída na hora.

3. Coloque os ovos em uma tigela, tempere com uma pitada de sal e misture bem com um garfo.

4. Coloque a farinha de trigo e a farinha de mandioca, respectivamente, em pratos fundos e tempere com sal. Se os flocos de farinha de mandioca estiverem muito grandes pressione com as costas de uma colher para quebrar.

5. Para empanar, passe a isca farinha de trigo, de todos os lados, mergulhe nos ovos e, por último, pressione na farinha de mandioca. Transfira para uma das assadeiras e repita com todas as iscas.

6. Arrume as iscas deixando que haja espaço entre elas. Esse é o segredo para que fiquem bem crocantes.

7. Leve ao forno preaquecido para assar por 20 minutos. Na metade do tempo, retire as assadeiras do forno, vire as iscas com uma espátula e volte para o forno.

8. Quando estiverem douradas, retire do forno e sirva com os molhos de maionese.

Para a maionese temperada

Ingredientes

2 gemas de ovo
1 colher (sopa) de vinagre ou caldo de limão
1 colher (sopa) de mostarda de Dijon
200 ml de óleo

Modo de Preparo

No copo do mixer junte as gemas, a mostarda, o vinagre e o óleo. Pressione o mixer contra o fundo do copo e bata por 10 segundos, sem mexer. Quando a maionese começar a se formar, levante o mixer para uma das laterais, sem parar de bater, e repita para o outro lado. Em 15 segundos, a maionese fica pronta!

Ingredientes

 Para o Molho Tártaro

1 colher (sopa) de pepino em conserva picado fino
1 colher (sopa) de alcaparras
1/2 talo de cebolinha

Modo de Preparo

Em água corrente, lave as alcaparras e o pepino para tirar o excesso de sal. Pique fino todos os ingredientes e junte à maionese preparada. Se preferir, bata no mixer.

Fonte – Site Panelinha

O picadinho e a tradição que vem se perdendo

picadinho

Nós Brasileiros temos como prato básico o arroz e feijão, uma tradição que vem perdendo força para os inúmeros congelados e comidas pré preparadas existentes hoje no mercado e por isso para dar o alerta que não podemos deixar essa tradição tão rica se perder, que eu aproveitei um pequeno acidente de percurso em minha cozinha para mostrar que a comidinha do dia a dia é cheia de bossa minha gente.

Eu tinha alguns filés de contra coxa de frango no freezer e qual não foi minha surpresa ao descongelar e ver que tinha apenas 3 unidades (eu sempre costumo colocar as quantidades nas etiquetas mas dessa vez passou batido), e já com o almoço sendo preparado no último minuto do segundo tempo, ou seja sem tempo algum para descongelar outra carne ou até mesmo chegar até o açougue do bairro, coloquei a *caixola para funcionar – sim, aquele objeto de luxo que temos acima do pescoço (rs), e tratei de retirar da geladeira um gomo de linguiça defumada e algumas cenoura, saquei do armário um lata de tomates pelados em cubos e pronto a festa estava feita ou melhor o almoço. Foi só picar em cubos os filés e temperar com sal e pimenta sofrido no pilão, cortei o gomo de linguiça em cubos pequenos e com a panela quente eu reguei um fio de óleo de cozinha e refoguei o frango até dar aquela boa selada e juntei a linguiça e deixei dar uma leve refogada, somei as cenouras cortadas em cubos e a lata de molho, uma meia xícara de água – tampei a panela e deixei cozinhar por alguns minutos coisa rápida depois que pega a pressão já fique de olho, abra a panela depois uns 4 ou 5 mts e corrija o tempero e deixe apurar o molho.

Se virando nos 30 ou seria nos 25?!?!

frango

Dia desses eu estava só em casa, e minha trupe toda não comeria por aqui – o fogão permaneceu fechado até o último minuto do segundo tempo, quando derrepente todos resolveram que voltariam para almoçar – como assim??? Cara pálida vocês ficaram doidos??? Não tem comida (rs), depois do susto dessa afirmação a cozinheira resolveu dar uma bandeirada branca e tirar o clima de caos da casa e dizer que poderiam retornar que teria comida fresquinha na mesa, e assim nasceu o frango do se vira nos 30. Já coloquei o arroz na panelinha, peguei as folhas para uma bela salada e reservei. Numa frigideira larga de fundo pesado eu aqueci um fio de óleo de cozinha e dourei meus cubinhos de frango (que foram previamente temperados com alho, sal e pimenta sofridos no pilão), depois de dourados, coloquei um pouco de ervilhas congeladas e somei meia lata de tomates pelados em cubos, chequei o tempero e somei um copo de requeijão cremoso, na hora de servir acompanhei com batata palha.

Enrolado de frango para coroar as férias das crianças

rocamboleDepois de uns dias de descanso e de paparicar meu sobrinho(a) que ainda esta guardado dentro do ninho – a cozinha volta a ativa e começamos por um enrolado de frango, com preparo simples e rápido ele vem coroar as férias da minha pequena prole de querubins. As vezes me lembro das minha férias de infância e eram dias incríveis, e tento proporcionar aos meus pequenos algo parecido. Aqui não podemos sair muito do controle pois com crianças pequenas mesmo em ritmo de férias ainda é necessário manter o mínimo de rotina e por isso tento unir as duas micões. Sei bem que o calor esta intenso e quase que insuportável e que não deveríamos ligar o forno e tal, mas adoro cozinhar no forno, acho prático, simples e se for falar de limpeza e organização acho que o melhor negocio é realmente usar o forno – por isso mesmo com o calor intenso eu teimosa que sou ligo o forno e pronto (rs).

Para executar a receita; 1/2 quilo de frango moído, 1 cenoura ralada, 1 abobrinha caipira ralada, sal, pimenta e alho sofrido no pilão e 250 g de bacon fatiado. Coloquei o frango com os legumes ralados numa tigela e temperei com o sal, pimenta e alho, acrescentei 1 colher de sopa de aveia em flocos finos e amassei bem até que fica-se uma massa homogênea, reserve. Estenda uma folha de papel alumínio e coloque sobre ela lado a lado as fatias de bacon, por cima comece a colocar a massa de frango deve ficar no formato de retângulo e logo depois com a ajuda da folha de alumínio enrole como um rocambole, feche bem as pontas e leve ao forno médio por 30 mts , retire o papel e deixe dourar.

 

O doce e o salgado – tudo ao mesmo tempo agora

damasco

Bom passei uns dias de castigo, sem poder postar aqui. Tudo isso por conta de computador que só durou 6 meses de vida e já deu os primeiros sinais da minha má escolha – mas isso é assunto para depois. Vou falar dessas asinhas de frango que ficam incrivelmente douradas e crocantes e com  sabor levemente adocicado e apaixonante. Desde que descobri através da minha diva Nigella que assar frango com uma boa colherada de uma geleia honesta é fazer uma parceria de sucesso, meu mundo mudou (rs).

Para executar a receita – 1q de asinhas de frango, temperadas com alho e sal sofrido no pilão, um toquinho de pimenta do reino, 1 colher (sobremesa) de shoyu, 1 colher (sobremesa) de geleia de damascos e um fio de azeite, misture tudo muito bem e deixe marinar por 1h – depois leve ao forno preaquecido até que esteja todo douradinho, é importante virar os pedaços de frango no meio do processo para que ele fique dourado por inteiro.

Tapioca e as facilidades da vida moderna

tapioca no tostex

Hoje eu diria que é ligeiramente fácil ser pratica na cozinha, sem muito lero lero você consegue fazer lanchinhos e até mesmo refeições inteiras sem sofrimento e esse é sem dúvida o caso desse pequeno sandubinha de tapioca e lance é simples assim *amiguinha; Naquele tostex que vai ao fogo do fogão mesmo, aquele que todos podem ou já tem em casa, você coloca uma boa camada de massa para tapioca (você encontra essa massinha pronta em todos os mercados, geralmente fica no balcão de saladas dos hipermercados) e aí coloque o recheio da sua preferência tipo – queijo com presunto e pedacinhos de tomate sem sementes (sem *gramurr algum mas amado pelas crianças), frango desfiado com queijo coalho ou ou queijo cremoso, queijo coalho com carne seca desfiada, queijo coalho com mel e manteiga e aí vai a sua imaginação é o limite. Coloque sob a chama do fogão em fogo baixinho é só esperar, vire e asse do outro lado, e em pouquíssimo tempo terá um delicioso tostex de tapioca. Ai ando morrendo de amores pelo mundo moderno e suas facilidades.