Uma doce páscoa que já passou

Esses foram os bolinhos dessa última páscoa – foram feitos com carinho para presentear amigos tão queridos. E aí o que vai rolar na sua cozinha nesse feriadão?!

Massa de cenoura

  • 4 ovos
  • 3 cenouras picadas
  • 1 xícara (chá) de óleo
  • 2 xícaras (chá) de açúcar fino
  • 2 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • 1 colher (sopa) de femento em pó

Coloque no copo do liquidificador os 4 primeiros ingredientes e bata até que fique uma massa fina, transfira para uma tigela e junte aos poucos a farinha de trigo já peneirada – depois de bem homogêneo some o fermento e nesse momento basta colocar a mistura nas forminhas e levar ao forno médio preaquecido até que esteja douradinho e assado. Reserve.

Para cobrir utilizei um ganache de chocolate que fiz assim: levei ao microondas 250 g de chocolate meio amargo e uma lata de creme de leite, e fui mexendo de 30 em 30 segundos até que o mesmo estivesse liso e brilhante então retirei do forno e somei uma colher de sobremesa de rum.

Para confeitar utilizei pasta americana em um e no outro raspas de chocolate ao leite com ovinhos comprado prontinhos.

Gelatina mosaico

Eu acredito que toda a casa que tem criança tem nem que seja uma caixinha de gelatina – ela é amada pelos baixinhos e grandinhos e aqui em casa não é diferente. Embora hoje em dia tenha que se tomar muito cuidado com essas caixinhas pois tem marcas que tem até adoçantes misturados. Gelatina purinha, batida como vitamina, com creme de leite, com leite de coco e por aí vai – são mil e uma idéia para utilizar a amada.

Para essa receita eu utilizei 4 sabores de gelatina de sabores diferentes e feito como indicado na embalagem (importante que cada sabor seja colocado em um recipiente sem que se misture os sabores). Depois de todas prontinhas eu cortei cada uma em quadrados e juntei num recipiente grande e reservei. No liquidificador eu bati 1 lata de leite condensado, 1 lata de creme de leite e 12 g de gelatina em pó sem sabor (preparada de acordo com instruções da embalagens) depois de bem misturado junte essa mistura aos cubos de gelatina coloque em uma travessa que vai ser levada a mesa ou unte (com um óleo leve) um recipiente e coloque a mistura – leve a geladeira até que a mistura esteja firme, nesse momento você pode desenformar se essa foi a sua escolha.

Essa é uma ótima pedida de sobremesa para se servir em um churrasco junto com as frutas ou até mesmo num dia quente.

O escondidinho de beringela que foi parar…..

Dentro do tomate que quentinho e bem temperadinho foi o rei no jantar dessa familia que agora tem a sua rotina começando a voltar ao normal depois da passagem de uma nuvem negra. Ao abrir a gaveta da geladeira eu vi que tinha beringelas e tudo para preparar um bom refogadinho com a mesma e também vi que teria que dar um fim a tantos tomates que comprei então olha daqui – olha dali e pensa porque não?! Taí, hoje vai nascer  o escondidinho de beringela dentro dos tomates assados. E foi lindo amiga!

Fiz o tal refogadinho de beringela com pimentão, cebola, alho e tomate picadinho – temperinhos a gosto no meu caso menos foi mais – e eu utilizei apenas sal e pimenta moídos na hora e um toquinho de ervas finas uma boa regada com azeite honesto e pronto – reserve. Com tomates bem limpinhos, retire toda a polpa e tempere-os com sal e pimenta, coloque um pouco do refogado de beringela, um toquinho de requeijão e cubra com o bom e velho *purê de batatas, leve ao forno preaquecido e deixei assar até que fique dourado e o tomate esteja cozido. Retire do forno e polvilhe com queijo ralado e regue com azeite.

*Purê de batatas se não souber fazer basta digitar na busca aí na lateral e terá uma receita.

 

No almoço legumes assados e no jantar….

espaguete com restos mortais de legumes assados porque amiguinha tudo nessa cozinha de transforma e de preferência em algo com bastante sabor e carinho.

Para executar a receita fiz assim: Coloquei numa assadeira baixinha abobrinha, tomate cereja, beringela (claro que ela não poderia faltar), pimentão, cebola tudo cortado a grosso modo e dentinhos de alho esses inteirinhos, reguei tudo com um azeite honesto e temperei com sal e pimenta moídos na hora – um toquinho de ervas finas. Levei ao forno quente até que fiquem macios porém sem se desmancharem e no meu almoço servi esses encantadores e coloridos legumes para acompanhar meu gohan e no jantar cozinhei espaguete al dente e passei a massa com os legumes já assados numa frigideira grande em mais um toquinho de azeite e servi com um bom parmesão.