Pedido aqui é uma ORDEM

No post do cupim de panela a leitora Juliana pediu a receita da farofinha e aqui colega quem manda são vocês e eu tardo mais não falho, então aí vai a receitinha da farofa.

Aqueça uma frigideira de  fundo pesado e coloque 2 colheres (sopa) de óleo e 1 colher  (sopa) de azeite depois de aquecido some uma cebola grande bem picadinha e deixe dourar- ela deve ficar caramelizada aí sim some um dente de alho picado e lata de milho verde (eu usei milho fresco que tinha refogado e a sobra eu utilizei na farofa) ajuste o sal e a pimenta e coloque farinha de milho até dar o ponto ( e o ponto é de uma farofa úmida). Sirva com seu picadinho ou bife acebolado- pois farofa é tudo de bom.

 

Linguine com o que tinha na hora

As vezes é preciso usar somente o que temos no fundo da gaveta da geladeira ou perdido no armário ou até mesmo esquecido na fruteira e o meu dia chegou. Creio que antigamente as pessoas se viravam bem mais com o que tinham, modificavam e até mesmo criavam mais receitas – acredito que pela dificuldade de se encontrar todos os ingredientes ou até mesmo de ir comprá-los, hoje temos bem mais facilidades quanto a isso e por vezes podemos até mesmo adquirir um determinado ingrediente ao tocar de um botão usando apenas a internet e o cartão de crédito e viva a modernidade ou será que não?

Cozinhe o linguine ou a massa de sua escolha num ponto al dente e reserve. Numa frigideira grande coloque um pouco de azeite e doure o alho picadinho some então a esse azeite já perfumado com alho , tomates sininhos orgânicos cortados pela metade (ou os tomates que tiver a mão), depois desses tomates um pouco cozidos sem se desfazer totalmente some a massa, tempere com sal e pimenta moídos na hora e salteie para que a massa se envolva com o tomate , o azeite e os temperos e nesse momento desligue o fogo e some a rúcula, sirva com parmesão ralado na hora e azeite extra e um bom vinho.

Berinjela com cobertura

Eu nem sei quantas receitas com a danada de berinjela tem por aqui – isso é a prova viva de quanto amo essa danada. No último feriado uma amiga (Fernanda) me perguntou como eu fazia berinjela? Na hora até fiquei perdida pois já fiz berinjela de tudo que é jeito e conversamos e aquele momento passou , mas não a vontade de executar uma receita nova com berinjela não – e foi então que surgiu a berinjela com cobertura, simples de fazer – não requer prática nem tão pouco habilidade para executar.

Corte 2 berinjelas em rodelas não muito finas e tempere com sal e pimenta moídos na hora -empane essas rodelas de berinjelas em uma farinha de trigo levemente temperada com sal e pimenta também. Aqueça uma grelha ou frigideira e regue com pouco de azeite e doure as rodelas de berinjelas e reserve. Num outro recipiente tempere (com seus temperinhos preferidos) 300g de carne moída – eu fui de sal, pimenta, cebola picadinha e cheiro verde tudo bem picado – 2 colheres (sopa) de aveia em flocos finos – 1 colher (sobremesa) de manteiga e misture bem até essa carne ficar com uma certa “liga” para que possa moldar bifinhos (hamburguinhos) que devem ficar +/- do tamanho das rodelas de berinjelas. E novamente aqueça a grelha ou frigideira e grelhe esses bifinhos e depois os reserve. Regue com um fio de azeite um refratário e coloque as rodelas de berinjelas uma ao lado da outra, por cima de cada berinjela coloque um bifinho e uma rodela de tomate fresco, cubra com queijo muçarela e folhinhas de manjericão e leve ao forno para aquecer e derreter o queijo. Sirva com arroz branco.