Meu cachorro quente e dois dedos de prosa

hotdog

Cachorro quente é assunto sério na minha casa, não apenas um lanchinho – pois eu tenho uma relação de amor com esse senhor lanche. Pois bem, quando era adolescente eu estudava em uma escola próximo ao centro da cidade (Goiânia) Colégio Ateneu Dom Bosco e por ficar próximo a uma grande avenida que corta a cidade, volta e meia eu baixava nas lojas americanas para comer o tal cachorro quente, que era feito com esse molho que vou publicar aqui agora pra vocês e tinha a salsichas feitas na grelha, pois *amiguinha salsicha na água NUNCA viu, faça na grelha e vai ver a grande diferença. Para o molho, cebola cortada em rodelas, tomates cortado em rodelas não muito finas e pimentão vermelho e amarelo no mesmo corte – aqueça uma frigideira grande e regue com um fio generoso de azeite, coloque lá para refogar um pouquinho de alho com sal sofrido no pilão e junte os pimentões e deixe que o mesmo fique quase macio e ai junte as cebolas e tomates e deixe esse refogado formar um molhinho encorpado e bem pedaçudo. Para montar você pode colocar o famoso purê de batatas se quiser, mas se não for sua preferência – corte o pãozinho e coloque a salsicha grelhada e por cima esse molho delícia e sirva os molhos como acompanhamento, catchup, maionese e mostarda.

Anúncios