Bolinhas de Ricota no Azeite

bolinhas

Com a mesma ricota postada semana passada, eu fiz essa conserva que fica show para acompanhar sua torrada, fatia de pão ou até mesmo compor seu sanduíche – dica simples e encantadora e de quebra pode se encaixar na *catigoria economia doméstica porque se planejar é tudo minha gente.

Com a mesma massa da ricota já postada aqui – você tempera com sal e pimenta moídos na hora e amasse bem e forme as bolinhas, em um vidro esterilizado você coloque azeite extra virgem até o meio e coloque um dente alho cortado ao meio e se quiser umas ervinhas, no meu caso usei folhas de manjericão, coloque as bolinhas e se precisar termine de completar o vidro com azeite, guarde na geladeira e espere 3 dias para consumir assim o azeite e as bolinhas pegam os sabores tanto do alho quanto da erva utilizada.

vidro

Anúncios

Ricota Fresca

Ricota

Eu ando pensando e repensando minhas compras em super e hipermercados, sempre fiz muitas coisas em casa mas ando pensando que deveria fazer mais e seguindo essa proposta fiz minha ricota ontem a noite, para fazer o almoço de hoje (que foi uma simples deliciosa lasanha de espinafre com ricota), e hoje fiz outra ricota que vou mostrar amanhã o destino dessa outra ricotinha, sugiro que fiquem ligados. O fato é que ricota é algo tão simples de se fazer que não vejo nenhum motivo se quer para cair na tentação e comprar uma pronta e olha essa receita te renderá uma ricota macia, cremosinha, úmida e não seca como a grande maioria que encontramos no mercado.

A receita é de uma amiga que tenho muito, muito carinho um companheira de blog das antigas e vou deixar lá embaixo o endereço dela e sugiro que vão até lá e leiam com carinho o trabalho dela que eu adoro e super recomendo.

1 Litro de Leite de Saquinho com alto teor de gordura (eu faço com leite integral de caixinha e dá super certo)
3 colheres de sopa de vinagre branco ou de limão
6 colheres de sopa de creme de leite
sal a gosto

Ferva o leite, desligue o fogo e acrescente o vinagre ou o limão, misturando bem.

Feche a panela e aguarda dez minutos.

Pegue uma peneira fina, coloque um pano limpo dentro da peneira (pode ser pano de prato nunca usado ou uma fralda de criança – também nunca usada, né?), coloque em cima de uma vasilha para escorrer o soro.

Volte para a panela, você verá o soro separado da gordura do leite. Leve esse leite e coloque na peneira, deixe o soro escorrer para a vasilha, apertando o pano para tirar o liquido.

Deixe descansando durante meia hora, coloque a coalhada (gordura do leite) em uma vasilha para temperar.

O tempero é a gosto, mas terá que adicionar o sal e o creme de leite (quem quiser, pode colocar um pouco do soro no lugar do creme).

também poderá colocar salsinha, cebolinha, alho, pimenta do reino ou pimenta calabresa… enfim, a criação fica com você.

Mas se você quiser colocar apenas o sal e o creme de leite, já fica maravilhoso.

Outra coisa, se o leite coalhou ou azedou, não jogue fora, no lugar de levar ao fogo, você já pode colocar direto no pano e a peneira para tirar o soro e fazer a sua ricota.

O soro do leite, você pode guardar em uma garrafa pet para fazer pães ou tortas. Existem sucos que usam esse soro do leite e são bem caros por sinal.

Se você for fazer suco, use o leite que coalhou naturalmente, já que o soro que tem limão ou vinagre, tem o gosto mais ácido.

Outra coisa que eu descobri, é que o soro do leite também é o famoso e querido Whey Protein. O soro do leite é cheio de proteínas, vitaminas, minerais e enzimas.

Fonte – Blog Manga com Pimenta

Gorgonzola era o que tínhamos para um jantar

macarrão

Sobrou dias atrás um pedaço de gorgonzola e para um jantar rápido e certeiro fiz uma massa cozida al dente, e em uma frigideira de fundo pesado reguei com azeite honesto dourei um dente de alho bem picadinho e juntei o queijo em pedaçinhos e duas caixinhas de creme de leite e assim nasceu meu macarrão com molho de gorgonzola *mequetrefe e muito saboroso – pode acreditar. Para um jantar honesto e sem frescuras.

Sorrentino no molho de cebola queimada

Forno de minas

Ainda falando do Encontro Gourmet, eu falei que seria em doses homeopáticas e olha de verdade eu não estava mentindo, vai ser mesmo assim que é pra quem não pode ir conhecer e saber tudinho que se passou por lá. Forno de Minas estava presente no encontro e lá provei uma de suas novidades que são as massas recheadas e congeladas – de preparo rápido mas de muito sabor, não lembra nem de longe as marcas existentes no mercado e olha não estou ganhando nada pra fazer esse *jabá – os recheios são um capitulo à parte, um melhor que outro e recheios diferentes de todos os outros que você encontra no mercado. Para esse molho eu escolhi o sorrentino com recheio de ricota fresca, parmesão e castanha-do-pará é divino. Para o molho eu simplesmente processei na função pulsar três cebolas, aqueci uma frigideira larga de fundo grosso e reguei com um pouco de azeite e um choro de óleo de cozinha, e fui fritando a cebola, quando começou a dourar eu somei um dente de alho picadinho, sal e pimenta moídos na hora, depois de bem caramelizada a cebola eu somei a massa, polvilhe mais parmesão e pronto – uiiii esse é meu lado Nigella falando mais alto.