Gallete ou Torta Rústica de Tomates Assados

torta rústica

Era feriado, era dia de preguiça e era dia de fazer o casamento da farinha com fermento e se tiver recheio para coroar essa união aí a festa fica completa. Coloquei lindos tomatinhos cerejas vermelhinhos e amarelos, sal e pimenta moídos na hora, cebola picada em pedaços grandes e dentes de alho tudo isso somado a uma generosa regada de azeite honesto vai ao forno bem baixinho, não precisa pressa o segredo aqui é a paciência. Depois desses tomatinhos ficarem macios mas sem se desmanchar, do tipo que vai explodir na boca a cada naco de torta devorado, você retira do forno e reserve e nesse momento começa a brincadeira com a massa de pão, de torta ou o simples encontro da farinha com fermento.

 

Massa

  • 1/2 tablete de fermento biológico
  • 1 colher (sopa) de açúcar
  • 1/3 de xícara (chá) de leite morno
  • 2 e 1/2 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • 1 colher (café) de sal
  • 1 ovo
  • 3 colheres (sopa) de margarina em temperatura ambiente (usei margarina pra uso culinário)
  • Óleo para untar

Dissolva o fermente com o açúcar e o leite morno, acrescente 2 colheres (sopa) de farinha de trigo e misture bem. Cubra e deixe descansar por 15 minutos. Em uma tigela misture o restante da farinha de trigo e o sal, faça uma abertura no centro e coloque o ovo, a margarina (ou manteiga) e a massa fermentada. Junte a mistura de fermento e trabalhe com a massa em uma superfície enfarinhada até que esteja macia e homogênea. Coloque em um recipiente untado com óleo e gire a massa para que fique besuntada com o óleo. Cubra e deixe crescer por 40 minutos. Após esse tempo baixe a massa com as mãos e deixe crescer novamente por 15 minutos. Abra a massa em círculo (30cm de diâmetro) e coloque sobre o fundo externo de uma assadeira (25cm de diâmetro) eu usei uma assadeira de vidro para pizza e apenas enfarinhada. Nesse momento eu apliquei o recheio , que no meu caso foi queijo fresco (conservado em salmora, esse queijo tem o sabor mais forte e mais pronunciado que o queijo fresco que estamos acostumados, ele dá recheios de tortas e acompanhamentos de saladas maravilhosos – vou deixar a marca aqui em baixo), coloquei por cima os tomates assados tendo o cuidado de separar bem o azeite e para fechar com chave de ouro coloquei um pouco mais do queijo e levei ao forno médio até que a massa esteja dourada e assada o que seria +/- 30 minutos.

Anúncios

Pão rústico de figo turco

pao de figo turco

Para participar deste evento mega legal, eu preaqueci o forno e o AP também né bonita (rs), mas no final tudo valeu muito, pois o resultado foi DEMAIS, um pão rústico, perfumado, macio mas com sua casca pronunciada – enfim amei. A escolha deste pão veio da mémoria de ter comido este mesmo pão que trouxe um dia do que é pra mim o mago dos pães aqui em Sampa, Rogério Shimura, quando comi me encantei e sabia que dia iria reproduzir aqui no cafofo e esse dia chegou. Pensa em uma pessoa feliz?! Sim sou eu, com meu próprio pão de figo turco.

Para reproduzir ; 750 g de farinha de trigo branca – 50 g de farinha de trigo integral – 35 g de farinha de centeio – 460 mililitros de água fria – 20 g de fermento biológico fresco – 200 g de figo seco picado – 10 g de sal marinho.

Preparo – Coloque na batedeira, as farinhas. Adicione a água e o fermento e bata por cinco minutos. Junte o figo e o sal e bata por mais 4 minutos até desgrudar da tigela. Transfira para um bowl, cubra com filme plástico e deixe descansar por 40 mts. Quando estiver 50% maior, sove a massa para eliminar bolhas de ar. Divida sove a massa em três partes e modele como desejar e deixe descansar por mais 15 mts. Faça três cortes transversais em cada pão, coloque em uma assadeira polvilhada de farinha de trigo, leve ao forno moderado (190g) preaquecido, por 15 mts e depois diminua o forno para 160g e asse por mais dez minutos, até ficarem dourados.

*O evento você pode conferir aqui.

WBD