Pão de Queijo no Palito

crepe

Vejo que hoje quase todos tem uma maquininha de crepe em casa, e se você não tem ou mesmo não deseja fazer esse investimentos em catálogos e lojas de tranqueiras de casa vendem uma forminha de fazer crepes direto na chama do seu fogão e para fazer um lanche despretensioso e com cara de criança ele é um ótimo aliado. O recheio vale desse mais infantil o presunto e queijo até recheios mais puxado no *gramurr como carne seca desfiada com queijo cremoso, atum, frango desfiado, caponata de berinjela, um sofrido de abobrinha com cebola, alho , azeite e hortelã e onde mais sua imaginação te levar.

Para fazer a massa – 500g de polvilho doce, 1 1/2 xícara (chá) de água, 1/2 xícara chá de óleo, 200g de queijo ralado (eu utilizei queijo canastra – mas pode ser parmesão ou meia cura), 2 ovos, 1 colher chá de sal. Coloque tudo no liquidificador e bata por 2 a 3 minutos, deixe a massa descansar por 10 minutos e depois basta preencher as cavidades da maquininha e colocar o recheio o palito e cobrir com um pouquinho de mais de massa fechar e esperar assar, no meu ficou douradinho porque eu polvilhei as cavidades com um pouquinho de queijo ralado.

Risoto de Vinho Barolo e Paio

risoto

Frio e risoto para comer na cumbuca e se sentir abraçado, porque carinho é tudo nessa vida né gente?! Quando o tempo refresca e começa o friozinho eu já gosto de fazer comidinhas mas quentes e mas calóricas também, são comidas que confortam e faz qualquer dia terminar feliz. Aqui no blog tenho inúmeras receitas de risoto e basta colocar na busca e vai encontrar muitos sabores diferentes e com certeza algum que te agrade, amiga não deixe de fazer um jantar gostoso e mimar sua família por conta frio, pois nesses dias uma comida quentinha é igual a um abraço.

100 g de paio sem pele e cortado em meia lua / 30 ml de azeite / 80 g de cebola branca bem picadinha /160g de azeitonas verdes picadas/ 50g de manteiga/ 350 g de arroz carnaroli/50ml de vinho branco seco/ 500ml de caldo de legumes/ 350 ml de vinho tinto Barolo/ 50g de parmesão ralado de boa qualidade.

Em uma frigideira, refogue o paio com metade do azeite e metade da cebola. Reserve a cebola e a linguiça. Nessa mesma frigideira, aqueça o restante do azeite e junte a cebola que sobrou. Assim que dourar, coloque o arroz. Misture bem e adicione o vinho branco. Quando evaporar, junte o caldo de legumes aos poucos e vá mexendo seguidamente. Coloque mais caldo à medida que o arroz for secando. Passados 10-12 minutos, incorpore a linguiça refogada com cebolas da primeira leva, as azeitonas e o vinho tinto Barolo. Ajuste o sal e a pimenta. Após 2 ou 3 minutos, retire do fogo, acrescente a manteiga e o parmesão e misture bem. Sirva quente.

Palha Italiana de Maracujá

palha

Genthennn hoje vou dar uma dica pra nunca mais você ir visitar sua amiga querida e chegar de mãos vazias, pois esse docinho é delicia e fofo demais para presentear, se você quer outras opções de embalagem me siga no instagram pois lá postei outra ideia para embalar e fazer seu mimo ficar com valor de uma joia – e para fazer amiguinha é fácil fácil não tem mistério muito menos dificuldade.

  • 2 latas de leite condensado
  • 1/2 xícara (chá) de suco de maracujá concentrado
  • 2 colheres (sopa) de margarina
  • 1 pacote de biscoito Maizena picado grosseiramente
patinho

  • Em uma panela coloque o leite condensado, o suco de maracujá e a margarina.
  • Cozinhe sem parar de mexer até começar a se soltar do fundo da panela, como ponto de brigadeiro mole.
  • Deixe amornar e misture o biscoito picado grosseiramente.
  • Despeje sobre uma assadeira untada e deixe esfriar totalmente.
  • Quando estiver com consistência firme, corte em pedaços e passe no açúcar refinado.

Lasanha com um toque de ricota defumada

lasanha

O que fazer quando sua cria quer uma lasanha de 4 queijos e você descobre que o provolone esta valendo quase um rim?! Sim meu povo o preço do bichinho é assim uma afronta e nessas horas sou radical, não compro e acredito que todos deveriam fazer o mesmo, pois assim mudaríamos um pouco as coisas e daríamos chances de talvez outros produtos e produtores entrarem no mercado. Bom então eu passei a mão em um litro de leite, um pote de requeijão cremoso de 400g, uma boa colherada de manteiga que aqueci dourei levemente 1 colher de sopa de farinha de trigo, juntei o leite e o requeijão e mexi até esse molho criar consistência levemente engrossada, temperei com um toque de sal moído na hora e um pouco de noz-moscada que também ralei na hora e reservei. Peguei dois pacotes de massa para lasanha e fui montando camadas de molho, massa e queijos (mussarela, queijo prato e ricota defumada ralada) e finalizei com molho e parmesão ralado. Levei ao forno no tempo indicado na embalagem da massa e depois acionei o grill para gratinar e criar essa capa de queijo dourar e crocante.

Desgourmetiza – sim, temos ovos fritos

torrada

Se você como eu não aguenta mais comidinhas *estrambólicas tá na hora de voltar a pensar na comida cheia de carinho que saia direto das cozinhas de vovós e mamães de antigamente, e deixar essa bobeira pra lá e ao sentar a sua mesa dividir uma comida cheia de amor, carinho, sabor, histórias e sem frescuras. Essa dica veio da minha musa Rita Lobo e achei tão fantástica que resolvi postar aqui só pra dizer que carinho e honestos ingredientes são tudo e você não precisa comprar o sal do além nem o azeite vindo sei lá de onde, basta procurar a vendinha honesta e ser feliz.

Usei metades de pão ciabatta que torrei em uma frigideira de fundo pesado e fogo baixo, ao retirar do fogo eu esfreguei um dente de alho e reservei. Com o maço de espinafre limpo e seco eu aqueci uma frigideira e dourei alho e cebola picadinha em um fio de azeite honesto e somei o espinafre e reservei. Fritei um ovo deixando a gema molinha e fui montar. Fatia de pão, espinafre e por cima um lindo ovo frito – esse foi o jantar que fez bonito na minha mesa.

Fonte – Cozinha Prática

Esfiha – quentinha perfumando a casa não tem preço

arabe

Fazer pão com tempo frio é um grande desafio – meu truque é deixar o forno aquecendo, como minha cozinha é pequena ela fica quentinha e a massa cresce super bem – e depois já no forno ela perfuma todo o apartamento, já deixando todos morrendo de vontade de roubar uma ainda quente da assadeira. Essa é uma ótima receita e já te te falo que é melhor dobrar a receita para ter algumas para congelar pois depois de alguns dias vai te dar vontade de comer novamente isso sem falar que ter esses pequenos tesouro no seu freezer te salva com a visita inesperada ou aquele pequeno almoço, café da tarde ou até mesmo um lanche entre amigos.

Recheio:
½ kg de carne moída
2 tomates maduros, sem as sementes, picadinhos
½ cebola bem picadinha
½ xícara de salsa picada
2 colheres (chá) de sal
suco de 1 limão
pimenta do reino moída na hora – se quiser, use 1 colher (chá) de pimenta síria

Massa:
2 tabletes (30g) de fermento biológico fresco
500ml de leite morno – usei semidesnatado
3 colheres (sopa) de açúcar
1 ½ colheres (chá) de sal
2 colheres (sopa) de óleo
6 ½ xícaras (780g) de farinha de trigo – usei somente 730g

Comece preparando o recheio: misture em uma tigela a carne, os tomates, a cebola, a salsa, o sal, o suco de limão e a pimenta, até obter uma massa homogênea. Reserve.

Pré-aqueça o forno a 220ºC.

Agora, a massa: dilua bem o fermento no leite morno, misturando com um garfo. Junte o açúcar, o sal e o óleo. Coloque a farinha aos poucos e misture com uma colher de pau até obter uma massa homogênea. Cubra com um pano de prato e deixe descansar por cerca de 5 minutos. Depois, trabalhe a massa com as mãos por aproximadamente 5 minutos. Faça bolas de massa do tamanho de uma noz, cubra com um pano e deixe-as descansar por cerca de 5 minutos. Abra cada bola com os dedos, virando-as para formarem discos de espessura regular – use o rolo de massas, fica mais fácil. Em seguida, coloque no centro do disco ½ colher (sopa) de recheio*. Dobre a terça parte da beirada inferior até o centro e em seguida o terço esquerdo e o direito formando um triângulo, apertando ligeiramente as beiradas de uma contra a outra, para não abrirem. Coloque as esfihas em uma assadeira untada com óleo, deixando cerca de 2cm entre uma e outra. Leve ao forno por cerca de 30 minutos, ou até dourarem.

Dicas (não fiz nenhuma das duas):
Querendo pincele as esfihas com gema antes de assar
Após assadas, abafe-as colocando-as em uma panela com tampa. Fazendo isso, elas permanecerão mais macias.

*a carne entra crua no recheio e solta bastante sangue e água depois de misturada aos outros ingredientes – para evitar que o recheio ficasse aguado dentro das esfihas, coloquei a mistura do recheio numa peneira e apertei bem cada porção de carne antes de colocá-la na massa, escorrendo assim o excesso de líquido.

Rend.: 60 unidades

 

Creme de Queijo

creme

Esse creme de queijo é fazer e ter todos seus convidados aos seus pés – é certeiro para acompanhar um vinho e se juntar cubinhos de um bom pão artesanal e um azeite honesto para molhar esse pãozinho você pode passar a noite sem mais nada que ainda assim vai ser sucesso – por isso meu povo não deixe de anotar a receita, receita essa que eu super agradeço a Ana Paula do Queijos Palmyra que com o maior carinho dividiu comigo essa delícia que foi servida por eles em um evento e hoje eu venho dividir com vocês.

Na cestinha – 5 colheres (sopa) de maionese , 1/2 pacote de creme de cebola, 1 lata de creme de leite e 200 g de queijo Palmyra (queijo do reino). Colocar tudo no processador e bater até se transformar num delicioso creme.

Obs – Eu já fiz a mesma receita em uma versão sem maionese, apenas aumentei um pouquinho o creme de leite e ficou nota mil.