Bala de Gelatina

balas

Essa foi a descoberta do final de semana – Imagine você poder fazer sua própria bala de gelatina, colocar na lancheira, levar você mesmo de lanche no trabalho, ou enfeitar a mesa de doces da festa do filhote?! Sim meu povo não derrete eu testei, e fica perfeita por horas e horas e a fio, é ou não uma maravilha? Se está de dieta utilize uma gelatina sem adição de açúcar e terá um mata desejo de doces incrível. Para fazer não poderia ser mais fácil e lá no meu Snapchat tem uma filminho que mostro essa bala corre lá.

Para a receita – 30 g de gelatina do sabor desejado, 12 g de gelatina sem sabor, 150ml de água filtrada. Coloque a gelatina em um recipiente que possa ir ao microondas, mistura com a água e aguarde um minutinho, ela vai hidratar e pegar consistência pastosa, nesse momento leve ao microondas por 20 a 30 segundos, mecha bem até que toda a gelatina esteja bem dissolvida, coloque nas forminhas para chocolate de silicone, e leve a geladeira por 20mts, depois desse tempo só desinformar e terá sua bala prontinha.

enzo

 

Publicidade

Brigadeiro in Box Para o Dia do Mestre

brigadeiro cópia

Hoje é dia do Mestre, uma profissão tão linda e tão importante – e para demonstrar meu carinho e carinho dos meus filhotes para seus respectivos mestres eu escolhi esse brigadeiro pois no meu mundo ele tem a cara da alegria, acho que abrir essa caixinha é como uma chuva de alegria e o brigadeiro tem textura cremosa, lisinha e com açúcar na medida. Para os brigadeiros pode fazer sua receita preferida, mas se não tem essa receita basta colocar na busca aqui do blog e vai encontrar muitas receitas, o importante é tirar um ponto antes do ponto de enrolar e acrescentar 2 colheres de sopa de creme de leite e emulsionar bem, coloque esse brigadeiro na manga de confeitar e coloque cada um dentro da seu espaço na caixinha e cobrir com confeitos e granulados de sua escolha – vou colocar aqui minhas escolhas que foram: Brigadeiro branco, Brigadeiro de morango silvestre, Brigadeiro de chocolate ao leite.

Mousse de Chocolate e suas Possibilidades

mousse no pote

Essa mousse é simples de fazer e tem um resultado sensacional, pode usar para várias coisinhas e fazer de uma simples mousse um docinho cheio de bossa. Pode virar um mousse de potinho, pode brilhar como recheio no seu bolo de pote, pode fazer uma linda voltinha com bico (bafônico) em cima do seu cupcake, pode ser o recheio do seu cupcake, ou pode ser servida em lindas colheres como uma sobremesa, fechando seu lindo almoço ou jantar. É ou não é um coringa?!

Na cestinha – 400g de chocolate 70% cacau, 1 caixinha de creme de leite, 1 colher (sopa) de conhaque, 2 caixinhas pequenas de chantilly.

Preparo – Derreta esse chocolate aos poucos no micro-ondas ou em banho-maria , junte o creme de leite morno e mecha até ficar um creme bem brilhoso, some então a colher de conhaque e volta a mexer bem, reserve. Bata as duas caixinhas de chantilly que devem estar bem geladas em ponto bem firme e nesse ponto some a mistura de chocolate, leve para gelar e depois utilize como desejar.

Bolo de Pote – Dica – Comidinhas para Presentear – Faça Você Mesmo

bolo de pote

Gente dividir conhecimento e descobertas é meu lema e por isso estou sempre divulgando onde compro ou como faço minhas coisas, porque eu sim acredito que sol nasce para todos  a diferença esta naquilo que cada um faz com seu sol. Olha o bolo de pote é mesmo uma fofura, uma fofura deliciosa , fica bem úmido, bem recheado e deixa qualquer um que ganha feliz. Tem truque? Tem macete? Tem segredo? Tem jeitinho? Essas e tantas outras perguntas eu recebo por email e hoje vim aqui responder, tem e não tem (rs) e vou falar como faz.

Uma boa massa de bolo, essa no caso é de cenoura e basta colocar na busca aqui do blog que vai encontrar a receita, de uma massa de cenoura perfeita, depois de pronta e fria, você esfarela e cobre o fundo do pote, coloque o recheio na manga de confeiteiro (para não correr o risco de sujar as laterais do pote) – faça então a camada de recheio, cubra com outra de farelo de bolo e feche com outra de recheio.

Lembre-se que os vidros devem estar secos esterilizados, se o recheio não for muito molhadinho estilo creme inglês ou prestigio e por aí vai, vale uma caldinha para molhar um pouco o bolinho.

Para fechar com graça, tecido fofo, fitas e colherinhas descartáveis e hoje também você encontra de madeira.

Colheres de madeira, tecidos, prendedores fofos você encontra na região de da 25março , eu adoro uma loja que se chama Gaivotas eles tem loja virtual. Se não está em Sampa, Barra Doce.

Obs – Essa mousse de chocolate 70% cacau que está nessa foto, vai estar aqui amanhã.

 

Mil folhas com mousseline de maracujá e uma promesa

mousseline

A foto ficou horrível mas a receita vale a pena e por isso resolvi passar pra vocês e deixar a promessa de ensinar em breve a vocês, todas as técnicas para fazer um bela massa folhada aí na sua cozinha e nunca mais precisar comprar massas folhadas feitas com margarina dita própria para folhar , pois massa folhada de verdade e honesta é feita com manteiga e esse vai ser assunto para um post futuro. O fato é que essas pequenas rodelinhas que saiu do tradicional corte do mil folhas e sim eu curto ser do contra, ficou encantadoras com esse recheio de mousseline de maracujá com chantilly e uma chuva de açúcar confeiteiro só pra não dizer que não falei das flores. rs

Bom corte aquela lamina de massa folhada que você compra prontinha e coloque na assadeira, com auxilio de um garfo faça furinhos na massa – para que a massa não suba muito e fiquei muito alta , cubra essa massa com papel manteiga e faça um peso colocando outra assadeira por cima e leve ao forno médio, quando começar a dourar, retire o peso e o papel, polvilhe açúcar confeitei e volte ao forno baixo para terminar de dourar e ficar bem crocante, retire do forno e deixe esfriar sobre uma grade.

Para a mousseline – 1/2 xícara (chá) de suco de maracujá e complete com 1/2 xícara (chá) de água, 1 ovo, 1 gema de ovo,  1/2 xícara (chá) de açúcar granulado, 3 colheres (sopa) de amido de milho, 100g de manteiga sem sal.

Para preparar – Coloque em uma panela o suco de maracujá e leve ao fogo até abrir fervura e reserve. Enquanto esse suco está aquecendo junte no Bowl da batedeira até ficar branquinho e adicione o amido de milho e mecha para incorporar e com o suco quente, tempere primeiro o creme com um pouco de dele e só depois junte toda essa mistura ao restante do suco e leve ao fogo brando mexendo sempre até engrossar, quando engrossar deixe cozinhar por mais 2 ou 3 minutos para que não fique com sabor de farinha crua ainda. Coloque em pote e cubra com filme plástico grudado a mistura para que essa não formo película. Depois de frio coloque sua mousseline na batedeira e comece a bater, e aos poucos com essa batedeira ligada vai adicionando a manteiga gelada cortada em cubinhos.

Para montar eu utilizei chantilly profissional e a mousseline coloquei cada um em um saco de confeitar e com a massinha posicionada eu eu recheie a primeira camada com a mousseline e tampei com outra massinha e recheei com chantilly e cobri com outra massa, polvilhei açúcar de confeiteiro e decorei com mais um pouquinho da mousseline e uma nozes.

 

Pavlova de chocolate da diva Nigella

pavlova

Primeiro vamos falar da foto, não resiste em postar essa foto com querubim ao fundo e doido para atacar o doce, na sessão de fotos de foodblog as crianças sofrem e ficam aflitas para ver o final e poder enfim atacar a comidinha – fica registrado aí a prova do crime. Bom agora  a pavlova que já virou quase um hit do repertório das minhas sobremesas, sempre faço acho que é relativamente simples e o resultado impressiona, quando você espalha o creme de chantilly e colocar lindas e coloridas frutas frescas por cima, fica de verdade um encanto – sem falar que tem cara de sobremesa feita em casa, pelas mãos da mamãe da vovó eu gosto deste tipo de comida despretensiosa.

  • 6 ovos médios separados
  • 300g de açúcar refinado
  • 3 colheres de cacau em pó (peneirado)
  • 1 colher de vinagre balsâmico (ou vinagre de vinho tinto)
  • 50g de chocolate meio amargo (picadinho)

Cobertura de framboesa:

  • 500ml de creme de leite (batido)
  • 500g de morangos e coloquei também algumas cerejas
  • 3 colheres de chocolate escuro (ralado)

 

  • Preaqueça o forno a 180ºC e separe uma assadeira com papel vegetal.
  • Para fazer o merengue de chocolate, bata as claras em neve até ficarem brilhosas.
  • Em seguida, inclua o açúcar, uma colher de cada vez, até a mistura ficar consistente.
  • Coloque o vinagre, o cacau em pó e o chocolate picado.
  • Então, misture delicadamente, até que o chocolate esteja completamente misturado.
  • Disponha o merengue de chocolate na assadeira com o forno a 180ºC, reduzindo para 150ºC logo em seguida.
  • Deixe no forno por 1h15 e espere esfriar.
  • Corte em pedaços generosos, coloque uma camada de creme de leite por cima e distribua os morangos e cerejas  sobre a pavlova.
  • Finalize com raspas de chocolate.

Fonte – Nigella

 

Palha Italiana de Maracujá

palha

Genthennn hoje vou dar uma dica pra nunca mais você ir visitar sua amiga querida e chegar de mãos vazias, pois esse docinho é delicia e fofo demais para presentear, se você quer outras opções de embalagem me siga no instagram pois lá postei outra ideia para embalar e fazer seu mimo ficar com valor de uma joia – e para fazer amiguinha é fácil fácil não tem mistério muito menos dificuldade.

  • 2 latas de leite condensado
  • 1/2 xícara (chá) de suco de maracujá concentrado
  • 2 colheres (sopa) de margarina
  • 1 pacote de biscoito Maizena picado grosseiramente
patinho

  • Em uma panela coloque o leite condensado, o suco de maracujá e a margarina.
  • Cozinhe sem parar de mexer até começar a se soltar do fundo da panela, como ponto de brigadeiro mole.
  • Deixe amornar e misture o biscoito picado grosseiramente.
  • Despeje sobre uma assadeira untada e deixe esfriar totalmente.
  • Quando estiver com consistência firme, corte em pedaços e passe no açúcar refinado.

O doce e o salgado – tudo ao mesmo tempo agora

damasco

Bom passei uns dias de castigo, sem poder postar aqui. Tudo isso por conta de computador que só durou 6 meses de vida e já deu os primeiros sinais da minha má escolha – mas isso é assunto para depois. Vou falar dessas asinhas de frango que ficam incrivelmente douradas e crocantes e com  sabor levemente adocicado e apaixonante. Desde que descobri através da minha diva Nigella que assar frango com uma boa colherada de uma geleia honesta é fazer uma parceria de sucesso, meu mundo mudou (rs).

Para executar a receita – 1q de asinhas de frango, temperadas com alho e sal sofrido no pilão, um toquinho de pimenta do reino, 1 colher (sobremesa) de shoyu, 1 colher (sobremesa) de geleia de damascos e um fio de azeite, misture tudo muito bem e deixe marinar por 1h – depois leve ao forno preaquecido até que esteja todo douradinho, é importante virar os pedaços de frango no meio do processo para que ele fique dourado por inteiro.

Sal, Açúcar e uma Massa Folhada

folhado

Uma coisa levando a outra, fui ao encontro na loja da Catupiry, lá ganhei alguns produtos, logo em seguida ia receber uns amigos, tinha uma massa folhada no freezer , precisa de uma sobremesa bonita, gostosa e relativamente simples de executar e aí pensei, pensei e pensei, porque não?! Juntei tudo e tudo junto e misturado ficou um sonho só e harmonizou muito bem com a Baden Baden de chocolate.

Para executar a receita: Eu passei o rolo de massas sobre a massa folhada já descongelada, e depois cortei as tiras no tamanho que gostaria de montar minha sobremesa, coloquei sobre uma assadeira e fiz pequenos furinhos (pode ser com a ajuda de um palito de churrasco) é apenas pra essa massa não inflar muito – levei moderado até a massa ficar douradinha, reserve. Na batedeira coloque 400g de catupiry, 1 colher (sopa) de açúcar (se quiser mais docinho coloque mais, vai experimentando), liguei a batedeira e fui colocando aos poucos o creme de leite (de caixinha mesmo), fica esperto pois não é muito, é só para que essa mistura ganhe uma textura leve e de creme, chegando neste ponto reserve na geladeira. Bata chantilly que pode ser a mistura profissional ou pode ser com creme de leite fresco – se for o creme fresco, coloque o vidro do mesmo na batedeira, 2 colheres (sopa) de açúcar e um pouco de extrato de baunilha, bata até que fique no ponto firme (mas cuidado para não bater demais e virar manteiga). Para montar, pegue suas placas de massa já totalmente fria, passe uma boa camada do creme de catupiry, e depois uma boa camada do chantilly e feche com outra plaquinha de massa, por cima peneire açúcar de confeiteiro e aí é só partir para o abraço.

Bala de Cachaça – *Calcildsssss

bala de cachaça

Minha viagem gastronômica e cultural a Minas me rendeu muitas histórias e muitas receitas, falei muito dessa viagem e quem me acompanha nas outras redes sociais pode viajar junto comigo, foi um passeio memorável e para quem não me acompanha ainda (demoro em?! vamos lá minha gente me acompanha lá, que tem muita novidade por lá também), vou contar um pouco desse passeio pra vocês aqui. Bom, em Tiradentes provei muita bala de cachaça, nem sei dizer qual foi a melhor – mas quando voltei pro meu *cafofo eu logo tratei de fazer minha versão.

3 pacotes de gelatina em pó sem sabor colorida (36g)
1/2 xícara (chá) de agua fria
1 xícara (chá) de agua quente
1/2 Kg de açúcar refinado
1 xícara (chá) de cachaça ou vodka
Modo de preparo:
 
Em uma panela alta coloque a gelatina na agua fria. Acrescente a agua quente e mexa ate dissolver. Leve ao fogo e acrescente o açúcar mexa ate que ferva e dissolva completamente o açúcar. Desligue o fogo, junte a cachaça, e misture. Despeje em um refratário molhado e leve para gelar por aproximadamente 12 horas. Corte os quadradinhos retire do refratário e passe no açúcar refinado.